Início » Internacional » Morre, aos 91 anos, o filósofo polonês Zygmunt Bauman
OBITUÁRIO

Morre, aos 91 anos, o filósofo polonês Zygmunt Bauman

Bauman morreu nesta segunda-feira, 9, em Leeds, na Inglaterra

Morre, aos 91 anos, o filósofo polonês Zygmunt Bauman
Obra de Bauman se destaca pela teoria da ‘modernidade líquida’ (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O filósofo e sociólogo polonês Zygmunt Bauman morreu nesta segunda-feira, 9, aos 91 anos em Leeds, norte da Inglaterra. A notícia foi dada pelo jornal polonês Gazeta Wybocza. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Nascido em 1925, em Poznan, oeste da Polônia, Bauman serviu na Segunda Guerra Mundial, lutando pelo exército da União Soviética. Nas décadas de 1940 e 1950, foi militante do Partido Comunista polonês.

A obra de Bauman se destaca pela teoria da “modernidade líquida”, em que fala da liquidez das relações sociais modernas e pós-modernas. A teoria abriu um vasto campo de estudo nas áreas filosóficas em torno do relacionamento humano e da efemeridade das relações.

Bauman continuou a escrever até o fim da vida. Seu último livro lançado no Brasil foi “A riqueza de poucos beneficia todos nós?” (2015). Ele deixa a mulher, Janine Lewinson-Bauman, e três filhas.

Fontes:
Folha-Morre aos 91 anos o filósofo e sociólogo polonês Zygmunt Bauman

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *