Início » Internacional » Morre Juan Domingo Perón
Nesta Data

Morre Juan Domingo Perón

Em 1º de julho de 1974, morreu o político argentino Juan Domingo Perón, que foi três vezes presidente da Argentina

Morre Juan Domingo Perón
Juan Perón foi eleito presidente da Argentina pela primeira vez em 1946 (Reprodução/Wikipedia)

Juan Domingo Perón nasceu em 1895, em Buenos Aires, na Argentina. Três vezes presidente da Argentina, o político promoveu grandes mudanças no país. Com 16 anos, Perón ingressou no Colégio Militar e, em seguida, na Escola Superior de Guerra, onde ficou até 1929. No ano seguinte, participou do golpe militar que derrubou o presidente argentino Hipólito Yrigoyen e foi nomeado secretário particular do ministro da Guerra.

Influenciado pelo sistema político implantado pelo ditador Benito Mussolini na Itália, Juan Perón fundou na Argentina o Grupo de Oficiais Unidos (GOU), que participou em 1943 de um complô militar que retirou do poder Ramón Castilho. Em 1945, já com forte influência na política, Perón tornou-se vice-presidente da Argentina e ministro da Guerra. Aos poucos, o político começou a ganhar apoio das camadas mais pobres da população.

Ainda no mesmo ano, Perón foi destituído do cargo por um levante militar. Preso, o político provocou uma crise no governo. Sua companheira Eva Duarte, mais conhecida como Evita, e líderes sindicais convocaram trabalhadores para exigir a liberação de Perón. Pressionados, os militares soltaram o político, que discursou para 300 mil pessoas prometendo a realização de eleições e lançando sua campanha presidencial.

Em 1946, Juan Perón foi eleito presidente da Argentina. Os seis anos desse primeiro mandato foram marcados pelo grande crescimento da indústria e pela estatização das ferrovias, companhias de eletricidade, empresas de telefonia e do petróleo. No campo social, os direitos dos trabalhadores e das mulheres foram ampliados.

Com medidas populistas, Perón foi reeleito em 1951. O segundo mandato foi marcado por protestos, dificuldades econômicas e pela morte da sua esposa Evita Perón. Enfraquecido, Juan Perón foi deposto pelos militares e se exilou no Paraguai, seguindo depois para Madri, onde se casou com Maria Estela Martinez, popularmente conhecida como Isabelita Perón.

Depois de 18 anos em exílio, Juan Perón retornou a Argentina e foi mais uma vez eleito presidente. Mas no ano seguinte, no dia 1º de julho de 1974, Perón morreu vítima de um infarto. Sua esposa, Isabelita Perón assumiu o governo do país

Fontes:
Uol-Juan Domingo Perón
InfoEscola-Juan Domingo Perón

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *