Início » Internacional » Morre o diretor Jacques Rivette
OBITUÁRIO

Morre o diretor Jacques Rivette

Rivette foi um dos realizadores emblemáticos da Nouvelle Vague, que marcou o cinema francês na década de 1960

Morre o diretor Jacques Rivette
Jacques Rivette em 2006 (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um dos maiores nomes do cinema francês, o diretor Jacques Rivette morreu nesta sexta-feira, 29, aos 87 anos. Ele sofria de Alzheimer.

Rivette foi um dos realizadores emblemáticos da Nouvelle Vague, que marcou o cinema francês na década de 1960, apesar de não ser tão conhecido quanto os colegas de movimento.

O mais recente de seus filmes foi “36 vues du Pic Saint Loup” (2009), mas na sua lista há obras como “Paris nos pertence” (1961), “A religiosa” (1966), “Céline e Julie Vão de Barco” (1974), “La bande des quatre” (1989) e “A bela intrigante” (1991).

Nascido em Rouen, na França, em 1 de março de 1928, Rivette escrevia para a revista “Cahiers du Cinéma”, junto com nomes como François Truffaut, Eric Rohmer e Claude Chabrol. Mas, assim como os colegas, acabou se dedicando a fazer filmes. Seu primeiro filme, “Paris nos pertence”, foi um sucesso de crítica.  Além de cineasta, Rivette continuou escrevendo para a revista, mantendo-se como crítico e, assumindo o cargo de editor, em 1963.

Uma das principais características de suas obras era a duração. “Out 1: Spectre”, de 1972, tem 770 minutos (ou quase 13 horas de duração). Sua mais celebrada obra, “Céline e Julie vão de barco”, de 1974, tem 192 minutos.

Um colapso nervoso fez com que o cineasta abandonasse “Scènes de la vie parallèle”, que seria dividido em quatro partes, o que fez com que ele saísse de cena. Em 1991, ele retornou a ativa com “A bela intrigante”, com 237 minutos. O filme tornou-se um sucesso inesperado.

O diretor foi casado por um breve período, na década de 1960, com a fotógrafa e roteirista Marilù Parolini. O cineasta não deixa filhos.

 

Fontes:
O Globo-Morre o cineasta Jacques Rivette, expoente da Nouvelle Vague
G1-Jacques Rivette, cineasta da Nouvelle Vague, morre aos 87 anos
Diário de Notícias-Morreu o realizador Jacques Rivette

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *