Início » Internacional » Morre Tom Wolfe, aos 88 anos
OBITUÁRIO

Morre Tom Wolfe, aos 88 anos

Jornalista foi um dos ícones do movimento conhecido como Novo Jornalismo americano

Morre Tom Wolfe, aos 88 anos
Nascido em 2 de março de 1930, em Richmond, Thomas Kennerly Wolfe Jr. se mudou para Nova York em 1962 (Foto: National Endowment for the Humanities)

Tom Wolfe, um dos grandes nomes do movimento conhecido como Novo Jornalismo americano, morreu na última segunda-feira, 14, em Nova York, nos Estados Unidos, aos 88 anos. Sua agente literária, Lynn Nesbit, confirmou a morte e informou que ele já estava internado em um hospital de Manhattan por conta de uma infecção. Wolfe deixa a esposa, Sheila, e seus dois filhos, Thomas e Alexandra.

Nascido em 2 de março de 1930, em Richmond, Thomas Kennerly Wolfe Jr. se mudou para Nova York em 1962, quando foi trabalhar no jornal New York Herald Tribune. Wolfe, assim como Truman Capote e Gay Talese, ajudou a consolidar o estilo de reportagem que adota técnicas literárias, como construção de diálogos e descrição minuciosa de cenas e ambientes.

O jornalista se formou em Inglês, em 1951, na Universidade de Washington e, em 1957, se tornou Ph.D em Estudos Americanos, na Universidade de Yale. Ele trabalhou no Washington Post e escreveu ensaios para revistas como New York, Harper’s e Esquire.

Entre os livros de Tom Wolfe, estão: “O Teste do Ácido do Refresco Elétrico” (1968), “Radical Chique” (1970) e “A Fogueira das Vaidades” (1987).

 

Fontes:
Folha de S.Paulo-Tom Wolfe, jornalista literário e autor de 'A Fogueira das Vaidades', morre aos 87
The New York Times-Tom Wolfe, Pyrotechnic ‘New Journalist’ and Novelist, Dies at 88

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *