Início » Internacional » Movimento de ‘desconectados’ ganha cada vez mais adeptos
REDES SOCIAIS

Movimento de ‘desconectados’ ganha cada vez mais adeptos

Por que cada vez mais pessoas optam por se desligar das redes sociais?

Movimento de ‘desconectados’ ganha cada vez mais adeptos
Movimento vem ganhando adeptos por todo o mundo (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cada vez mais adolescentes da chamada geração Z, aqueles nascidos na era da internet, e jovens millennials, aqueles que nasceram entre os anos 1980 e o início dos anos 2000, optam por se desconectar das redes sociais.

O movimento, que vem ganhando adeptos por todo o mundo, foi chamado pelo jornal britânico Guardian de “logged off”, ou, em tradução livre, “desconectados”.

Pesquisas têm apontado para essa tendência. Um levantamento feito com estudantes de colégios britânicos revelou que 63% dos entrevistados afirmaram que ficariam felizes caso as redes sociais não existissem.

Outro exemplo de que as redes sociais vêm perdendo espaço entre os mais jovens nos últimos anos é a queda no percentual dos que as consideram importantes, de 66%, em 2016, para 57%, em 2018.

Outras estimativas indicam ainda que 30% dos jovens millenials vão parar de usar as redes sociais em algum momento.

Uso excessivo

Alguns estudos também destacam os problemas que podem ser provocados pelo uso excessivo das redes sociais, entre eles uma pesquisa do Royal Society for Public Health, do Reino Unido, que revelou que as redes sociais viciam mais que álcool e cigarro.

Um outro estudo, publicado no periódico científico Lancet, aponta para um aumento dos sintomas de depressão em 50% para meninas e 35% para meninos de 14 anos de idade que utilizaram as redes sociais durante mais de cinco horas ao longo do dia.

Entre os motivos mais apontados pelos jovens para se desconectar estão a preocupação com a segurança das plataformas e a super exposição nas redes.

Fontes:
Uol - É tendência: millennials abandonam, e geração Z nem entra nas redes sociais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *