Início » Internacional » Muçulmanas se unem para denunciar preconceito contra o uso do véu
Racismo contra o hijab

Muçulmanas se unem para denunciar preconceito contra o uso do véu

Muçulmanas criam página no Facebook para divulgar e criticar estabelecimentos que proíbem a entrada de mulheres usando o véu islâmico

Muçulmanas se unem para denunciar preconceito contra o uso do véu
Muitos países já tentaram regular a vestimenta típica muçulmana (Foto: Wikipedia)

Quase todas as mulheres do Egito, país onde 90% da população é muçulmana, usam o véu islâmico. Algumas preferem o hijab, que cobre apenas os cabelos; outras, o Niqab, que deixa apenas os olhos de fora. Mas poucas aparecem em público seu o véu.

Logo, seria tolice qualquer estabelecimento comercial proibir a entrada de mulheres usando o islâmico. No entanto, é exatamente isso que alguns restaurantes, clubes e resorts estão fazendo.

A rede de restaurantes britânica Lemon Tree afirma não ser apropriada a entrada de mulheres usando véu após as 20h. O Kempinski, um hotel do Cairo, proíbe o uso de véu no bar. O Steigenberger Golf Resort, um hotel no balneário egípcio Gouna, obriga mulheres que usam véu a usar piscinas separadas das demais.

As Muhajabat, como são chamadas as mulheres islâmicas que usam véu, se uniram para divulgar e criticar esses lugares em uma página no Facebook chamada “Hijab Racism” (Racismo contra o Hijab). Alguns restaurantes apontados na página correram para explicar suas respectivas políticas de atendimento. “A única maneira de impedirmos a entrada de alguém é se a casa estiver cheia”, escreveram os donos do Lilly’s, um café em Zamalek, área nobre do Cairo.

O uso véu islâmico era raro nas cidades do Oriente Médio durante a década de 1970. Mas as migrações em massa da população rural, onde o uso era difundido mais por tradição do que por religião, os tornaram mais comuns na paisagem urbana.

Muitos países já tentaram regular a vestimenta típica muçulmana. A Turquia baniu o uso do traje tradicional islâmico masculino na década de 1930; posteriormente, o uso do véu em órgãos públicos também foi proibido. França e Bélgica proibiram o uso do véu que cobre o rosto todo. Enquanto isso, no outro extremo, na Arábia Saudita as mulheres são obrigadas a usar o véu.

Fontes:
The Economist-Haughty about the hijab

6 Opiniões

  1. Cícero O. disse:

    Primeiramente, as mulheres que usam o véu não se setem oprimidas por causa disso, elas usas porque querem usar. Muitas brasileiras depois que se convertem ao Islã usam o véu, simplesmente porque querem.
    Segundo, o islã é uma das religiões que dá mais espaço para a mulher, se for pesquisar na história, o primeiro seguidor do islamismo foi uma mulher: Khadija.
    A proibição da mulher de dirigir ou estudar é decorrente da lei de alguns países e não de um preceito do islamismo, é preciso diferenciar.
    Por fim, aprendam a respeitar a opção que as mulheres islâmicas fazem em usar o véu, e não tentar impor uma filosofia feminista preconceituosa disfarçada da denominação “direitos iguais”.

  2. helo disse:

    Naturalmente o véu não incomoda as mulheres que o usam, nem representa ameaça. Entretanto o seu uso, muitas mulheres nem se dão conta, simboliza visualmente a opressão absurda sofrida pelas mulheres em alguns países em que são impedidas até de estudar. Quem vive em países como o Qatar, Paquistão, Arábia Saudita, Afeganistão, sabe disso. Felizmente há uma belíssima e corajosa luta de algumas mulheres por direitos iguais. Tirar o véu, até para elas, deve ser difícil e perigoso. Ao menos nesses poucos locais podem, como os homens, descobrir a cabeça sem qualquer constrangimento.

  3. Iva disse:

    Alguém já perguntou se essas mulheres realmente não querem usar o véu? Parte-se sempre do pressuposto ocidental de que não querem. Porém, minha cunhada, brasileira, viveu vários anos em Londres, e agora está no Qatar, perguntou a algumas delas, e muitas dizem que usam porque QUEREM USAR, e não por imposição de ninguém, simplesmente sentem-se bonitas e protegidas, inclusive do sol. E se estão reclamando, de não poder usar…

  4. olbe disse:

    Eles estão certíssimos, as mulheres com certeza estão sendo comandados por seus pais e ou maridos.Elas não tem direito a pentearem seus cabelos que apodrecem por falta de sol, elas querem mudar mas isto só será possível se houver uma lei porque atualmente os homens são donos das suas mulheres e elas devem total obrigação de fazerem o que seus maridos pais ou irmãos acham que tem o direito de mandar. Só em israel elas são livres até para serem motoristas de caminhão.

  5. Mestry Badahra disse:

    Minha Opinião Pessoal e Passional ! (sou Filho de Uma Mulher ! e sempre Vivi no meio das Mulheres, e Cheio de Graças !!! apesar de não ser um AVE MARIA, maisw dou o meu A V E !

    É Lamentável , e até absurdo, a “MULHER”, Em Pleno seculo 21 onde o Homem avançou muito na tecnologia , e nos ESCLARECIMENTOS A MULHER continue sendo Vitima do MACHISMO JURAMENTADO.

    E o grande FENOMENO, é a Mulher se SUJEITAR , e ser Obrigada a ACEITAR , imposições na Maioria RIDÍCULAS, em Relação ao MODISMO imposto pelos HOMENS .
    Em Regiões do Oriente (como se sabe ) a Mulher é obrigada a se embrulhar em um Cobertor NEGRO, onde só os OLHOS , aparecem …( sem Comentários de minha parte sobre isso !!!) No Ocidente a Mulher é Vitima de uma serie de ARTISTA da Moda , que de acordo a industria , inventam Trajes, muitas vezes Horrorosos , Mais é M O D A ! Ai a mulher que não Usar é CAFONA !!!!
    Mesmo que Prejudique a Saúde, e cause até sérios problemas a saúde , e a moda não se condiga com o tipo do Corpo, mais a MULHER é O B R I G A D A a usar …
    Foram Registrados já vários casos e pontos negativos, sobre isso .
    Porem a Mulher Inexplicavelmente, MESMO SENDO A MAIORIA na terra, Continua sem Se Revoltar e dá um basta nestas imposições dos Homens e da sociedade Manipuladora .
    Mestry Badahra

  6. Roberto1776 disse:

    Estas mulheres fantasiadas não se dão conta que em assim fazendo estão reforçando uma religião retrógrada que as mantém no século 16 e dão força aos seus homens que mais abusam delas do que as respeitam.
    Muçulmanas, abram os olhos e acabem com a ditadura desta crença abominável que tem na violência e no terrorismo a sua pedra angular.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *