Início » Internacional » Mujica esnoba o papa
A Igreja e o Uruguai

Mujica esnoba o papa

Governo enviou o vice, que é católico, e primeira-dama explicou: 'No Uruguai, a igreja está separada do Estado desde o século passado'

Mujica esnoba o papa
Questionada sobre a ausência de Mujica na posse do papa, primeira-dama explicou: 'não somos crentes' (Reprodução/Efe)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na cerimônia de entronização do novo Papa Francisco, realizada nesta terça-feira, 19, no Vaticano, chamou atenção a ausência do presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica. No seu lugar, o governo enviou o vice, Danilo Astori, que é católico.

Leia também: O presidente mais pobre do mundo

Segundo a primeira-dama do país, a senadora Lucia Topolansky, ela e o presidente não são crentes, portanto, acharam mais apropriado enviar Astori. Além disso, explicou a primeira-dama, “o Uruguai é um Estado absolutamente laico. A igreja está separada do estado desde princípios do século passado. Nisso tem uma certa diferença da América Latina”.

“Temos um grande respeito, existe liberdade de culto, mas não somos crentes”, explicou Topolansky, que, como Mujica, é uma ex-guerrilheira do movimento Tupamaros e foi presa por mais de 13 anos durante a última ditadura que governou seu país entre 1973 e 1985.

A primeira-dama uruguaia mostrou-se surpresa pela escolha de um argentino como sucessor de Bento XVI e considerou “bom que o Papa seja do Rio da Prata. É uma novidade que seja latino-americano”.

A primeira-dama uruguaia se disse contente com a escolha de um argentino como sucessor de Bento XVI, o primeiro papa latino-americano.

“Me parece fantástico que ele tome mate e goste de tango”, brincou.

Polêmico

Mujica é um presidente que foge à regra. Vive de forma simples, usando as mesmas roupas e desfrutando a companhia dos mesmos amigos de antes de chegar ao poder. Mujica ainda vive em sua pequena fazenda em Rincon del Cerro, nos arredores de Montevideu. Doa  90% de seu salário para ONGS especializadas em habitações populares. Além disso, descriminalizou o aborto em seu país, pretende estatizar a maconha, e seu carro oficial é um fusca de mil dólares.

Agora, por sua iniciativa para descriminalizar a maconha, uma organização holandesa quer que Mujica concorra ao Prêmio Nobel da Paz. A proposta de incluí-lo na lista dos candidatos ao prêmio é da entidade Drugs Peace Institute.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

9 Opiniões

  1. Andre Luiz D. Queiroz disse:

    Pode ter soado antipático, mas é coerente. Além do mais, para um político que projeta a imagem de frugalidade na vida pública, qual a justificativa, ou mesmo relevância, de comparecer à missa de coroação do Papa no Vaticano? Muitos gastos com viagem (avião, hospedagem) do dignitário e comitiva, para apenas cumprir um evento protocolar.
    O próprio Papa Francisco, em sua humildade, declarou preferir que os argentinos não fizessem despesas para comparecer à missa de coroação, e ao invés disso destinassem os recursos à caridade. Para os uruguaios, vale o mesmo raciocínio.
    Eu preferia que outros líderes sul-americanos seguissem o exemplo!

  2. Viviane disse:

    Acho que o título da materia é tendencioso. Não acho a posição de Mujica de todo ruim, pelo contrário, ele quis ser neutro, o que é muito bem vindo para mater a imparcialidade diante de tanta diversidade de crenças e religiões. As matérias daqui deveriam reportar os fatos sem nenhum viés. Disso já se encarregam as demias mídias.

  3. Rudy Lang disse:

    Totalmente consistente com sua posição de comunista.
    Além disso, o que é que um ex-terrorista (existe ex-terrorista?) tem a dizer para um religioso?

  4. Andre Luiz D. Queiroz disse:

    @Rudy Lang,
    Permita-me a polêmica: não vejo contradição em que alguém seja um ‘ex-terrorista’. Se no passado, ele, José Mujica, e tantos outros militantes pegaram em armas por suas convicções políticas, em ações de insurgência contra os regimes instalados em seus países, e hoje já não mais o fazem (independente de terem chegado ao poder ou não), qual o problema? Ele foi terrorista, já não é mais. Assim como alguém que seja condenado por um crime, cumpre a sentença de prisão, e é enfim libertado: ele será somente um ex-presidiário (apesar da carga de preconceito que certamente terá de suportar).

  5. Ivaniza disse:

    Perfeitamente coerente , o presidente uruguaio. Ele não “esnobou” o papa, apenas enviou um representante mais adequado.

  6. Rene Luiz Hirschmann disse:

    Só um cara assim para humanizar o mundo, sou fã do Sr. Mujica, que colocou o Uruguai sem analfabetos, e esta elevando esse pequeno país a voltar a ser a Suiça da America Latina, legalizou o Aborto e muito inteligentemente legaliza ainda a maconha, Olho o meu país e me entristeço vendo pobres e jovens indo para cadeia por transportar uma merda de drogas, enquanto a elite consome e prega a descriminação, a 40 anos enchemos as cadeias brasileiras com pobres e a igreja conivente(Pois desde que me conheço por gente ela sempre caminhou do lado mais forte, pouca coisa fez pela felecidade do povo, é uma verdadeira praga), pensem sobre isso.

  7. Ciro disse:

    Esquerdistas não têm muitas qualidades – obsessão e fundamentalismo religioso não são qualidades – mas pelos esse aí não padece de hipocrisia. Coerente com uma porca visão de mundo, mas coerente.

    Enquanto isso nossa, também ex-terrorista, presidanta Dilma faz a festa com sua corja. Bom mesmo é ser esquerdista no discurso e capitalista esbanjador nos costumes. Fazem bem Chico Buarque, Gil, Dirceu.

    Quem quiser ser rico seja esquerdista até os ossos, pois pobres desta agremiação nunca vi.

  8. evelyn sá disse:

    Sim, o presidente foi super coerente em sua postura.
    Concordo com os comentarios dos colegas.

    E mais: li em alguns jornais, e em jornais televisivos de qualidade, o seguinte: porque a comitiva do Brasil era tããããoo grande?
    O que e porque o ministro Mercadante estava fazendo lá?

    Em tempo: morar no Uruguai está parecendo uma boa alternativa ou é impressão minha?

  9. Kalil Saliba disse:

    Diferente dos LAMBE-HOSTIA do Brasil e toda sua comitiva de hipocritas, Mujica ex-guerrilheiro arrependido, domesticado, agora servindo o sistema que combateu, é mais coerente no que restou de principios. Afinal o que produz o Vaticano?.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *