Início » Internacional » Mundo observa reação da Índia
China x Tibete

Mundo observa reação da Índia

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Dependente do apoio do Partido Comunista, que por sua vez apóia a China, e rodeado de países aliados de Pequim, o governo indiano se defronta com uma difícil escolha.

O governo indiano vem se mantendo quase em completo silêncio sobre a repressão da China aos protestos no Tibete, à exceção de uma declaração do primeiro-ministro, Manmohan Singh, que no dia 20 de março disse que o Dalai Lama é a personificação da não-violência, e outra do ministro das Relações Exteriores, Pranab Mukherjee, segundo o qual o governo indiano está "aflito" e observando a situação esperando que a violência termine em breve.

A postura da Índia vem causando decepção no país, especialmente entre os exilados tibetanos — o governo do Tibete no exílio, e o próprio Dalai Lama vivem na cidade indiana de Dharamsala. No dia 14 de março a polícia indiana prendeu manifestantes que participavam de uma marcha pacífica que rumava ao Tibete, uma atitude sobre a qual o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, disse ter "apreciado".

Fontes:
Business Week - World Watches India's Response to Tibet

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Os indianos não vão se manifestar porque morrem de medo da China.

  2. Vasco A. Duval disse:

    Todo mundo tem medo da China.
    Há 57 anos que o povo do Tibet está dominado pelos truculentos, arrogantes e estúpidos chineses e os EEUU, os policiais do mundo, continuam quietinhos. Não viram nada.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *