Início » Vida » Educação » Mundo precisa aumentar investimento em educação, diz Unesco
Relatório de monitoramento

Mundo precisa aumentar investimento em educação, diz Unesco

Brasil cumpriu apenas duas das seis metas fixadas em 2000 no Marco de Ação de Dakar

Mundo precisa aumentar investimento em educação, diz Unesco
Educação não é a prioridade em muitos orçamentos, diz Unesco (Fonte: Reprodução/Pixabay)

O relatório final de monitoramento da Unesco das metas estabelecidas em 2000 no Marco de Ação de Dakar divulgado nesta quinta-feira, 9, aponta que o mundo precisa aumentar o investimento em educação.

De acordo com a Unesco, os 164 países que assinaram o documento “Educação para Todos: Cumprindo nossos Compromissos Coletivos” vão precisar gastar 5,4% do PIB para garantir um ensino de qualidade. O relatório ressalta ainda que os países ricos vão precisar aumentar os repasses às nações mais pobres em US$ 22 bilhões por ano, valor que corresponde ao déficit anual na educação básica.

A Unesco afirma também que a educação não é a prioridade em muitos orçamentos e mudou pouco desde 1999. O documento ressalta que a educação representou 13,7% dos gastos dos países em 2012. A Unesco considera que o investimento mínimo ideal em educação seja entre 4% e 6% do PIB do país ou 20% do orçamento.

Dados mais recentes do Inep mostram que o investimento do Brasil em educação é de 6,6% do PIB. A coordenadora de Educação da Unesco no Brasil, Rebeca Otero, ressalta que, apesar de cumprir o recomendado pela entidade, o país ainda deve aumentar o investimento, chegando a 10% do PIB nos próximos dez anos.

O relatório da Unesco revelou ainda que o Brasil cumpriu apenas duas das seis metas fixadas em 2000 no Marco de Ação de Dakar: o alcance da educação primária universal, principalmente para meninas, minorias étnicas e crianças marginalizadas; e o alcance da paridade e a igualdade de gênero nas escolas.

Já entre as metas não cumpridas estão a expansão da educação infantil e os cuidados na primeira infância, especialmente para as crianças mais vulneráveis; a garantia de acesso igualitário de jovens e adultos à aprendizagem e a habilidades para a vida; a redução de 50% nos níveis de analfabetismo de adultos até 2015; e a melhora da qualidade de educação e a garantia de resultados mensuráveis de aprendizagem para todos.

Fontes:
EBC - Países precisam aumentar investimento em educação, diz Unesco

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *