Início » Internacional » Nasa lança primeira missão para estudar interior de Marte
MISSÃO ESPACIAL

Nasa lança primeira missão para estudar interior de Marte

A missão Mars Insight teve o investimento de R$ 2,8 bilhões e deve durar até o dia 24 de novembro de 2020

Nasa lança primeira missão para estudar interior de Marte
A sonda tem como um dos principais objetivos compreender a formação de planetas rochosos (Foto: Nasa/JPL-Caltech)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Nasa lançou, na manhã deste sábado, 5, a sua primeira missão espacial para explorar o interior de Marte. A chegada da sonda ao planeta está prevista para o dia 26 de novembro. A missão teve o investimento de R$ 2,8 bilhões e deve durar até o dia 24 de novembro de 2020.

Batizada de Mars Insight, a missão conta com uma sonda, que foi lançada em um foguete Atlas V, e tem como um dos principais objetivos compreender a formação de planetas rochosos, como a Terra. Para isso, entre os seus instrumentos, o módulo está munido de um sismógrafo, que tem a capacidade de identificar terremotos marcianos, e um equipamento para monitorar o fluxo de calor no interior do planeta.

“O que esperamos fazer é o primeiro mapa do interior de Marte, mapear seu núcleo, crosta e manto e, pela primeira vez, realmente entender a estrutura do interior. Podemos, então, extrapolar isso para a Terra, Vênus e até planetas além do sistema solar”, explicou Bruce Banerdt, o principal encarregado da missão da Nasa do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL-Caltech), na Califórnia, conforme noticiou o Guardian.

Entre os objetivos listados da missão, estão a determinação da espessura e estrutura da costa, a composição do manto, o tamanho, composição e estado físico do núcleo e o estado térmico do interior do planeta. Além disso, a Nasa também quer medir a taxa e distribuição das atividades sísmicas e o impacto de meteoritos na superfície de Marte. Ademais, os pesquisadores também esperam observar a formação de vulcões no planeta.

No entanto, não se espera que seja uma missão espacial fácil. Apenas 40% das missões com destino a Marte, de qualquer agência espacial, foram bem-sucedidas. Com isso, os cientistas já esperavam dificuldades desde o momento do lançamento, até a chegada à órbita. Dessa forma, o local de pouso no planeta também teve de ser pensado cuidadosamente.

“Onde pousamos é um lugar intencionalmente monótono. É plano, vazio e esperançoso, não muito ventoso. E é exatamente disso que precisamos”, afirmou Neil Bowles, um cientista planetário da Universidade de Oxford e um dos pesquisadores do Reino Unido envolvidos na missão.

Segundo a Nasa, Marte foi escolhido devido ao seu tamanho não ser “nem muito grande e nem muito pequeno”, preservando o registro de sua formação. Dessa forma, Marte é o “laboratório perfeito” para estudar a formação e evolução de planetas rochosos. Os cientistas acreditam que Marte não é tão ativo geologicamente, mas a sonda pode determinar a real atividade do planeta.

Apesar da missão ter duração de quase dois anos terrestres, o tempo equivale a pouco mais do que um ano marciano. Serão 708 dias de Sol em Marte, enquanto, na Terra, terão passados 728 dias de Sol.

 

Leia também: Quase 100 novos planetas extrassolares são descobertos pela Nasa
Leia também: Trump anuncia missões da Nasa para Lua e Marte

Fontes:
The Guardian-Nasa mission to map Mars interior will launch this weekend
G1-Nasa lança nova missão para investigar o interior e detectar terremotos em Marte
Nasa-NASA’s First Mission to Study the Interior of Mars Awaits May 5 Launch

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    acho um grande desperdicio de dinheiro para passear em outros planetas.o nosso está cheio de problemas e, não resolvidos.temos fome,poluição descontrolada do ar,da térra e do mar.escravidão em muitas nações,com total desrespeito ao ser humano,mortes em guérras de conotação política,economica e religiosa.gastamos muito em coisas sem utilidade alguma.estão esquecendo até que DEUS existe e nos deu um mundo maravilhoso para habitarmos.como sempre afirmo:póbre terráqueo que tem como comportamento o mesmo das hienas.tenho fé que um dia ELE irá nos dar o merecido castigo por destruirmos a sua grande óbra.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *