Início » Cultura » Rainer Maria Rilke
NESTA DATA

Rainer Maria Rilke

Em 4 de dezembro de 1875, nasceu Rainer Maria Rilke, um dos maiores poetas de língua alemã. Sua poesia foi marcada pela reflexão existencialista

Rainer Maria Rilke
Rilke nasceu em Praga, que então fazia parte do Império Austro-Húngaro (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Rainer Maria Rilke é considerado um dos maiores escritores em língua alemã do século XX. Uma de suas principais marcas na poesia é a reflexão existencialista, inspirada pelo movimento artístico Expressionismo. Rilke foi um dos poetas mais influentes do mundo. Muitas de suas obras foram traduzidas no Brasil, como por exemplo a versão de Manuel Bandeira para “Torso Arcaico de Apolo”.

Nascido em 4 de dezembro de 1875, em Praga, que então fazia parte do Império Austro-Húngaro, Rilke teve uma infância complicada e marcada pela separação de seus pais e do suicídio de um irmão.

Ele estudou Literatura e História da Arte nas Universidades de Praga, Munique e Berlim, e aos 19 anos, em 1894, publicou seu primeiro poema, o “Vida e Canções”.

Pouco tempo depois, conheceu a escritora russa Lou Andreas-Salomé, em 1897, e dois anos depois viajou com ela pela Rússia. Durante a viagem, Rilke se relacionou com a escritora e buscou inspiração na natureza do país. Enxergando a paisagem russa como manifestação divina, Rilke escreveu em 1900 a coleção “Histórias do Bom Deus”.

No início do século XX, Rilke se afastou do estilo simbolista francês com o qual se identificava e passou a adotar o Realismo. Em 1901, casou-se com Clara Westhoff, conhecida como discípula do escultor francês Auguste Rodin. Um ano depois se separou de Clara. No mesmo ano, publicou “O livro das Imagens” e, em 1905, publicou “O livro das Horas”, considerado um dos guias espirituais da poesia moderna. Entre 1905 e 1906 o escritor trabalhou como secretário de Rodin, que influenciou muito os seus poemas.

Em 1910, Rilke morou no castelo de Duíno, na região de Trieste, como convidado da princesa Maria Von Thurn und Taxis. Neste ano, publicou a sua obra em prosa considerada como a mais importante, “Os Cadernos de Malte Laurids Brigge”.

Quando a Primeira Guerra Mundial iniciou, Rilke estava em Munique e permaneceu lá durante toda a guerra. Após viagens por países mediterrâneos, se mudou para a Suíça, onde viveu seus últimos anos. Rilke morreu em Montreux, em 29 de dezembro de 1926.

Fontes:
UOL Educação-Rainer Maria Rilke

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *