Início » Internacional » Nicolás Maduro é reeleito na Venezuela
VOTAÇÃO CONTESTADA

Nicolás Maduro é reeleito na Venezuela

Eleição ocorreu em meio a denúncias de fraudes, boicote da oposição e alto índice de abstenção

Nicolás Maduro é reeleito na Venezuela
Maduro obteve 5.823.728 votos, ou 67,7% dos votos válidos (Fonte: Reprodução/Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em meio a denúncias de fraudes, boicote da oposição e alto índice de abstenção, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi reeleito neste domingo, 21, para um novo mandato até 2025.

Leia também: Venezuela vai às urnas com Maduro como favorito

Com 96,6% das urnas apuradas, Maduro obteve 5.823.728 votos, ou 67,7% dos votos válidos, de acordo com o Conselho Nacional Eleitoral.

A abstenção foi de 54% na votação. Para efeito de comparação, nas últimas eleições presidenciais, em 2013, a participação dos eleitores foi de 80%. Neste domingo, no entanto, havia pouco trânsito na maioria das ruas do país e os colégios eleitorais ficaram bem vazios.

O candidato opositor Henri Falcón afirmou, pouco antes do anúncio do resultado da eleição, que não reconhecia o processo eleitoral deste domingo, exigindo a convocação de uma nova eleição. Falcón, que obteve 1,8 milhão de votos, disse ainda que recebeu 900 denúncias de irregularidades durante a votação neste domingo.

Os colégios eleitorais deveriam fechar às 18h (horário local), porém alguns deles ficaram abertos até uma hora e meia a mais do que o previsto em diversas partes da Venezuela.

Parte da comunidade internacional já afirmou que não irá reconhecer a eleição presidencial venezuelana, como Argentina e Chile, além da União Europeia. Os EUA afirmaram que o pleito é “fraudulento” e que “não muda nada” no cenário do país.

Fontes:
El País - Maduro é reeleito com uma forte abstenção e em meio a denúncias de fraude

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *