Início » Internacional » Nigéria acusa Pzifer de testar medicamentos sem autorização
Nigéria

Nigéria acusa Pzifer de testar medicamentos sem autorização

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Nigéria apresentou uma nova queixa no Supremo Tribunal Federal contra Pfizer, após ter retirado sua primeira queixa contra a empresa americana.

Na sua queixa apresentada em junho, o governo acusava Pfizer de ter se aproveitado de uma grave epidemia de meningite meningocócica e sarampo para testar medicamentos em crianças, sem o consentimento de autoridades locais ou permissão de seus pais. O governo afirma que onze crianças, sobre um total duzentos que tomaram o antibiótico Trovafloxacina contra meningite, morreram e a maioria desenvolveu outras doenças como surdez, paralisia, lesões cerebrais, cegueira.

Na nova queixa apresentada nesta sexta-feira, o governo da Nigéria acusa a Pzifer de outras fraudes e conclui que os testes eram feitos sem  condições de higiene.

Fontes:
Le Monde - Le Nigeria remplace sa première plainte contre Pfizer par une nouvelle, plus étayée

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *