Início » Internacional » Nova tecnologia detecta vírus HIV uma semana após infecção
TECNOLOGIA E SAÚDE

Nova tecnologia detecta vírus HIV uma semana após infecção

Biossensor desenvolvido na Espanha tem a capacidade de melhorar eficácia dos tratamentos antirretrovirais

Nova tecnologia detecta vírus HIV uma semana após infecção
Nova técnica facilita e acelera o início do tratamento antirretroviral, essencial para impedir a disseminação do HIV (Foto: Wikimedia)

Um sensor capaz de detectar o vírus do HIV no sangue apenas uma semana após a infecção foi desenvolvido pelo Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) da Espanha. Os pesquisadores do instituto fizeram o anúncio na última quinta-feira, 16.

Atualmente, o vírus só pode ser detectado no organismo depois de 30 dias – o período é conhecido como “janela imunológica”. A nova tecnologia torna possível antecipar esse diagnóstico, obtendo os resultados em até cinco horas depois da realização do exame. Isso facilita e acelera o início do tratamento antirretroviral, essencial para impedir a disseminação do HIV.

Os experimentos realizados com soro sanguíneo (líquido do sangue livre dos fatores de coagulação) permitiram detectar uma proteína presente no Vírus da Imunodeficiência Humana do tipo 1 (HIV-1), o antígeno p24, através de um dispositivo particular, que “prende o p24 entre as nanopartículas de ouro e as estruturas micromecânicas de silício”, disse o pesquisador Javier Tamayo, do Instituto de Microeletrônica de Madri.

A brasileira Priscilla Kosaka, importante parte da equipe do estudo, explica que a tecnologia é capaz de detectar o antígeno em “concentrações 100.000 vezes inferiores” às dos sistemas atuais, o que reduz a fase indetectável depois da infecção a apenas uma semana.

Dois milhões e meio de pessoas são infectadas por ano no mundo pelo HIV, responsável pela Aids. O HIV-1 é o tipo mais comum e agressivo do vírus.

Fontes:
O Globo-Brasileira cria tecnologia capaz de detectar HIV uma semana após infecção

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *