Início » Internacional » Novas medidas dão mais liberdade aos agricultores norte-coreanos
Crescimento norte-coreano

Novas medidas dão mais liberdade aos agricultores norte-coreanos

O governo passou a permitir que os agricultores vendam sua produção agrícola para os mercados e não mais exclusivamente para o Estado

Novas medidas dão mais liberdade aos agricultores norte-coreanos
Graças às colheitas melhores, a economia da Coreia cresceu 7,5% este ano (Reprodução/Reuters)

Em uma região de rápidas mudanças, um fato continua imutável: o desprezo total da dinastia mafiosa que governa a Coreia do Norte em relação ao bem-estar dos cidadãos comuns. Portanto, os sinais crescentes de reformas liberalizantes na Coreia do Norte são surpreendentes.

“Reforma” é uma palavra tabu no país. Mas novas medidas do governo permitiram que os agricultores começassem a vender sua produção agrícola para os mercados e não mais exclusivamente para o Estado. Essas medidas representam uma renúncia tácita ao sistema agrícola coletivista controlado pelo Estado a favor da agricultura familiar e, ao que tudo indica, já surtiram efeito. Graças às colheitas melhores, a economia da Coreia cresceu 7,5% este ano, comparado ao crescimento anual de pouco mais de 1% durante uma década, disse o Hyundai Research Institute, um instituto de pesquisa de Seul, a capital da Coreia do Sul. A belicosa Coreia do Norte poderá surpreender os outros países do Leste Asiático com seu rápido crescimento econômico.

Fontes:
Economist-Spring release

1 Opinião

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    Irônico! Como quis Mao Tse-tung, “a revolução começa pelo campo”! Eles começaram a fazer, timidamente, o mesmo que a aldeia de Huaxi, na China, fez na década de 1980, e que foi a base para as reformas de Deng Xiaoping que levaram ao chamado “socialismo de mercado”, que fez a riqueza da China atual.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *