Início » Internacional » O crime organizado na Itália expandiu-se para o norte
Crime organizado na Itália

O crime organizado na Itália expandiu-se para o norte

De todos os principais grupos do crime organizado na Itália, a ’Ndrangheta é o grupo mafioso com mais ramificações fora do sul do país

O crime organizado na Itália expandiu-se para o norte
A operação “quarto passo” da polícia italiana foi o indício mais surpreendente da expansão das máfias tradicionais da Itália (Reprodução/Internet)

No filme Um golpe à italiana Charlie, interpretado por Michael Caine, irrita um chefão da máfia ao invadir seu território para roubar um carregamento de ouro. O enredo é divertido, mas absurdo. O filme se passa em Turim em 1969, quando o crime organizado na Itália confinava-se ao sul do país tiranizado pela máfia.

Não mais. Em 10 de dezembro a polícia prendeu 61 pessoas em uma operação contra a ’Ndrangheta, a máfia da Calábria, no extremo sul da Itália. Essas batidas policiais são comuns. Porém essa foi realizada em Perugia, capital da Umbria, uma região célebre pelas cidades nas colinas e pela arte renascentista, e não por criminosos.

A operação “quarto passo” da polícia italiana foi o indício mais surpreendente da expansão das máfias tradicionais da Itália. A polícia encontrou provas que os gângsteres da Calábria, que viviam na Umbria, planejavam assassinar e intimidar com violência donos de lojas e construtores, entre outros.

De todos os principais grupos do crime organizado na Itália, a ’Ndrangheta é o grupo mafioso com mais ramificações fora do sul do país. Em 2010, depois de uma investigação de seis anos, a polícia descobriu sua presença marcante na região industrial no norte do país. Na ocasião mais de 150 pessoas foram presas.

 

Fontes:
The Economist-Mafia in the middle

1 Opinião

  1. DJALMA P BENTES disse:

    Não vejo vantagem nenhuma. Só para o Norte ? O ” nosso ” do ABC foi para o Planalto Central, para o norte, para o sul, para o leste e oeste, expandindo-se até para a Califórnia. Achas pouco ? Queres mais ?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *