Início » Internacional » O futuro da Grécia nas mãos do povo
Referendo

O futuro da Grécia nas mãos do povo

A Grécia deve deixar o euro e, possivelmente, a União Europeia, se não votar sim no referendo

O futuro da Grécia nas mãos do povo
Depois do fracasso das negociações entre autoridades, povo grego terá de decidir o futuro do país (Foto: Wikimedia)

Depois de cinco meses de negociações amargas entre autoridades na Grécia e na Europa, o destino dos gregos foi deslocado para as mãos do povo neste domingo, 5.

Uma maioria substancial dos eleitores do país de 11 milhões de habitantes deve comparecer às urnas neste domingo para votar em um referendo que lhes pede para responder sim ou não a uma pergunta sobre a oferta de um novo resgate europeu que exigirá mais medidas de austeridade.

Leia também: Os gregos vão votar em quê?

A Grécia deve deixar o euro e, possivelmente, a União Europeia, se não votar sim no referendo. Os líderes europeus esperam que, diante de uma escolha difícil, os gregos optem por continuar no projeto europeu.

Se os gregos votarem sim, o primeiro-ministro Alexis Tsipras e seu gabinete devem renunciar para não terem de engolir um acordo que tanto criticaram. Isso pode levar à formação de um novo governo de unidade nacional ou a novas eleições.

Tragédia grega

Muitos têm culpa na criação dessa desordem. Os fundadores do euro lançaram uma moeda única tão falha que havia o risco de se tornar, nas palavras do líder conservador britânico da época, William Hague, “um prédio em chamas sem saídas”. Os líderes europeus permitiram que a Grécia, lamentavelmente despreparada, aderisse à moeda única em 2001; França e Alemanha reescreveram as regras orçamentais em 2003, enfraquecendo a sua autoridade. Até a crise financeira global revelar o verdadeiro déficit da Grécia, líderes gregos enganaram o resto da zona euro sobre as finanças do seu país.

 

Fontes:
The Economist - There comes up a day

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *