Início » Internacional » O mistério dos três aviões abandonados em Kuala Lumpur
ÍNDIA

O mistério dos três aviões abandonados em Kuala Lumpur

Companhia aérea Swift Air Cargo reivindica a posse de três misteriosos Boeings após aeroporto recorrer a anúncio em jornal para desvendar o mistério

O mistério dos três aviões abandonados em Kuala Lumpur
Aviões, cujos modelos não são fabricados desde 1991, têm um valor pequeno de mercado (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O jornal South China Morning Post publicou que três Boeings 747 haviam sido abandonados há mais de um ano nos pátios do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur (KLIA), na Malásia. A administração do aeroporto disse que não sabia quem os deixara lá. Segundo o Post, “a Malaysia Airports Holdings [empresa que administra o aeroporto] colocou um anúncio na segunda-feira, 8, na seção de classificados do jornal de língua inglesa mais vendido no país, com um pedido ao proprietário ‘desconhecido’ dos três Boeings Co. 747-200F,  que retire os aviões do aeroporto. Os aviões estão estacionados em três pátios diferentes no KLIA em Sepang, nos arredores da capital da Malásia”, dizia o anúncio do jornal The Star.

Esta semana, o mistério parece ter sido solucionado. A Swift Air Cargo, uma companhia aérea da Malásia, reivindicou a posse dos aviões. A empresa disse que eles originalmente pertenciam à Flugvik, uma empresa islandesa que aluga aviões. Eles haviam sido alugados para a AirAtlanta Icelandic, que parou de usá-los em 2010. Em algum momento eles foram desregistrados, passaram por várias mãos, incluindo uma transportadora chinesa chamada Shaanxi Sunshine Cargo, e acabaram serndo comprados pela Swift cinco anos mais tarde.

Os aviões, cujos modelos não são fabricados desde 1991, têm um valor pequeno de mercado. Poucas companhias aéreas ainda compram jumbos. Em 2014, a Boeing e a Airbus não venderam um único avião 747 ou A380. Esses aviões estão sendo substituídos por aviões bimotores de fuselagem larga e eficientes do ponto de vista de economia de combustível, como o Boeing 777. Um Boeing 747 da Lufthansa fabricado em 1985 está à venda por US$3,5 milhões.

Pela aparência dos aviões da Swift Cargo abandonados no aeroporto de Kuala Lumpur, a vida útil deles terminou há algum tempo. E é bem possível que a empresa tenha decidido que o custo do estacionamento seria maior do que o valor arrecadado com a venda dos aviões.

Fontes:
The Economist-Kuala Lumpur airport has no idea who dumped three jumbos on its tarmac

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *