Início » Internacional » O misterioso hotel abandonado na Coreia do Norte
HOTEL RYUGYONG

O misterioso hotel abandonado na Coreia do Norte

Com obras inacabadas há 30 anos, hotel Ryugyong nunca recebeu um hóspede e seu futuro é desconhecido

O misterioso hotel abandonado na Coreia do Norte
Construído para ser o maior hotel do mundo, obra se tornou 'elefante branco' (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um hotel em forma de pirâmide no coração de Pyongyang, capital da Coreia do Norte, carrega um dos maiores mistérios da construção civil. Projetado para ser o maior hotel do mundo, o Hotel Ryugyong nunca recebeu um hóspede e permanece inacabado após 30 anos do início das obras.

Com 330 metros de altura e 105 andares, o prédio começou a ser construído em 1987, um ano depois de a companhia sul-coreana SsangYong Group ter terminado o que até então era o hotel mais alto do mundo: o Westin Stamford, em Cingapura. O projeto foi iniciado por Kim Il-sung, avô do atual líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e fundador do país.

A expectativa é de que o hotel fosse concluído em dois anos e a partir daí abrigasse cassinos, casas noturnas e salões japoneses, além de atrair investidores ocidentais. No entanto, problemas com os métodos de construção e os materiais de baixa qualidade usados atrasaram o término da obra, que paralisou por completo em 1992 – após o fim da União Soviética e a maior crise econômica da Coreia do Norte.

A obra, que custou US$ 750 milhões, acabou se tornando motivo de vergonha para as autoridades norte-coreanas e passou a ser considerada um símbolo do fracasso econômico do país. O hotel chegou a ser chamado de “pior edifício do mundo” por uma delegação da Câmara de Comércio da União Europeia na Coreia do Norte.

Após mais de uma década abandonado, o conglomerado egípcio de telecomunicações Orascom Telecom firmou um contrato em 2008 com o país para reconstruir o hotel, como parte de um projeto de embelezamento da capital Pyongyang, e inaugurá-lo em 2012. A companhia chegou a colocar painéis de vidro para cobrir o cimento cinza do prédio e colocar anéis em seu topo, onde, supostamente, haveria um restaurante giratório. No entanto, a promessa não foi cumprida.

Apesar das falsas expectativas acerca do hotel Ryugyong, o regime de Kim Jong-un tem dado indícios de que está interessado em terminar o projeto iniciado por seu avô e a reforma do prédio tem sido uma prioridade na agenda do atual líder do país. Desde que Kim Jong-un assumiu o poder em 2011, algumas fases do projeto chegaram a ser finalizadas.

No final do ano passado, foram avistadas luzes no prédio pela primeira vez em anos e, durante a última semana de julho, as autoridades norte-coreanas retiraram os tapumes que ficavam ao redor do hotel e colocaram um outdoor com a mensagem “A poderosa nação dos foguetes”. Apesar disso, ainda não se sabe os planos para o futuro do prédio.

Fontes:
BBC-O estranho hotel fantasma da Coreia do Norte, que não tem nenhum hóspede há 30 anos
Jornal Económico-‘Hotel Doom’: 30 anos, zero hóspedes e (quase) pronto a inaugurar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *