Início » Internacional » Mundo não precisa aceitar o acordo nuclear entre EUA e Irã, diz Netanyahu
Polêmica diplomática

Mundo não precisa aceitar o acordo nuclear entre EUA e Irã, diz Netanyahu

Em seu discuso no Congresso americano, primeiro-ministro israelense desafia Obama e diz que a segurança mundial não deve ser baseada na esperença de que o Irã vai mudar

Mundo não precisa aceitar o acordo nuclear entre EUA e Irã, diz Netanyahu
Netanyahu sugeriu que as negociações estão prosseguindo sobre uma falsa esperança de que o Irã está agindo com boas intenções (Reprodução/Doug Mills/The New York Times)

Nesta terça-feira, 3, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez seu aguardado discurso no Congresso americano, em Washington. Netanyahu recebeu aplausos ao desafiar o presidente Barack Obama a negociar com o governo iraniano.

Leia mais: Obama minimiza divergências com Israel sobre acordo nuclear com o Irã

Sem mencionar o nome do presidente americano, Netanyahu sugeriu que as negociações estão prosseguindo sobre uma falsa esperança de que o Irã está agindo com boas intenções. “Em um momento em que muitos esperam que o Irã vá se juntar com a comunidade das nações, o Irã está ocupado devorando as nações. Todos nós devemos nos unir para parar a marcha de conquista, subjugação e terror do Irã”, disse Netanyahu.

O líder israelense alertou que o Irã e o Estado Islâmico (Isis) “querem impor um império islâmico militante, primeiro no Oriente Médio, depois, no resto do mundo”. Netanyahu  afirmou que o acordo entre EUA e Irã seria “tudo menos uma garantia” de que o país não poderia eventualmente obter armas nucleares. O primeiro-ministro de Israel disse que as concessões dariam ao país uma “vasta infraestrutura nuclear”, já que nenhuma instalação nuclear seria destruída.

O primeiro-ministro disse que os demais países do mundo não precisam aceitar o acordo feito entre os EUA e o Irã, pois ele não traz qualquer garantia de paz. “Nós não precisamos apostar a segurança do mundo na esperança de que o Irã vai mudar para melhor”, disse Netanyahu que recebeu aplausos ao afirmar que “se o Irã quer ser tratado como um país normal, que aja como um país normal”.

 

Fontes:
The New York Times-Netanyahu Addresses Congress on Iran

1 Opinião

  1. valdir rocha disse:

    Dá nojo de um sujeito desse. É por essas e outras que o mundo odeia Israel e os judeus vivem com medo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *