Início » Internacional » O parlamento alemão concede plenos poderes ao governo de Hitler
NESTA DATA

O parlamento alemão concede plenos poderes ao governo de Hitler

Em 23 de março de 1933, Hitler consegue aprovação da 'Lei de Autorização', que permitia a seu governo legislar sem necessidade de se submeter ao Legislativo

O parlamento alemão concede plenos poderes ao governo de Hitler
A 'Lei de Autorização' concedia ao governo de Hitler o poder para decretar leis sem necessidade de votação pelos parlamentares (Foto: Wikipedia)

Depois do fracasso do Partido Nazista em eleger um número suficiente de representantes para conquistar a maioria parlamentar, Adolf Hitler apresentou um projeto-de-lei que permitia a seu governo legislar sem necessidade de se submeter ao poder legislativo.

Os nazistas, os conservadores e o Partido Católico de Centro apoiaram a chamada “Lei de Autorização”, que concedia ao governo de Hitler o poder para decretar leis sem necessidade de votação das mesmas pelos parlamentares, por um período de quatro anos.

Antes da votação, oponentes comunistas e muitos socialistas foram presos. Por fim, somente os socialistas remanescentes contestaram a medida. Mesmo assim, o projeto de lei foi aprovado no dia 23 de março de 1933.

Logo em seguida, Hitler baniu todos os partidos políticos da Alemanha, com exceção do Partido Nazista.

Em meados de julho daquele mesmo ano, o Partido Nazista era o único partido político permitido na Alemanha, e o Reichstag (Parlamento Alemão) existia apenas para endossar a ditadura de Hitler. As determinações do Führer (governante) tornaram-se a base da política governamental.

Fontes:
United States Holocaust Memorial Museum-GOVERNO E CONTROLE NAZISTA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Platão achava que a democracia é a pior das formas de governo. Aristóteles dizia que quantidade não é critério de verdade. No auge da popularidade, o Nazismo tinha apoio da maioria da população alemã. O resultado todos conhecem.

  2. Rogerio Faria disse:

    Como o povo alemão, mesmo para a época bem esclarecido, pode entrar nesta aventura???

  3. amarilioalencar disse:

    Tenhamos cuidado para que o mesmo não ocorra no e com o Brasil!!!

  4. jayme endebo disse:

    Pior que o parlamento aprovar essa lei foi o juramento logo a seguir feito pelas forças armadas ao Fuhrer e não à nação alemã.O Supremo foi todo nazista, o parlamento se auto aniquilou, as forças armadas juraram fidelidade e a população estava desarmada então não havia mais obstáculo para a ditadura se desenvolver.A nação alemã pagou caro com vontade nada à reclamar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *