Início » Cultura » O que fazia Michelle Obama no Oscar?
Oscar 2013

O que fazia Michelle Obama no Oscar?

Aparição surpresa da primeira-dama americana na cerimônia do Oscar foi estranha e incoerente

O que fazia Michelle Obama no Oscar?
Direto da Casa Branca, Michelle Obama anuncia o prêmio de Melhor filme (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, fez uma aparição surpresa durante a cerimônia de entrega do Oscar, realizada no último domingo, 24, participando através de um vídeo gravado na Casa Branca.

Leia mais: ‘Argo’ ganha Oscar de melhor filme

Vestida em traje de gala e com militares devidamente uniformizados e enfileirados atrás dela, formando uma espécie de pano de fundo decorativo para o set, Michelle realizou um pequeno discurso ao anunciar os indicados ao prêmio de Melhor Filme. “Eles [os filmes indicados] nos fazem lembrar que podemos superar qualquer obstáculo se buscarmos no fundo do nosso ser força e coragem para lutar”. Infelizmente nenhum dos filmes nem de seus assessores lembraram a primeira dama de mencionar os militares, nem aqueles da decoração, nem os que estão servindo no exterior.

Mas Michelle homenageou a comunidade gay, elogiando “filmes que nos inspiram, independentemente de quem somos, como somos e quem amamos”, e ressaltando que tais filmes são “especialmente importantes para os jovens”.

Não é suficiente que o presidente Obama aparece em todos os eventos esportivos no país. Agora, a primeira-dama se sente no direito, com militares como adereços, de se intrometer em outras formas de entretenimento (desta vez para o benefício das celebridades de Hollywood, que tão generosamente financiaram a reeleição de seu marido). Talvez os admiradores dos Obamas digam que isso é uma injustiça, mas a verdade é que a aparição de Michelle no Oscar não foi algo coerente. Foi simplesmente esquisito.

Teria sido maravilhoso se o ganhador anunciado por Michelle tivesse sido o controverso “A hora mais escura” (Zero Dark Thirty), que faz apologia, entre outras coisas, às terríveis técnicas de interrogatório que seu marido tanto detesta. Infelizmente, tal situação só acontece nos filmes.

Fontes:
The Washington Post-Why was Michelle Obama at the Oscars?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *