Início » Internacional » O retorno de Sarkozy
Centro-direita da França

O retorno de Sarkozy

Quando Sarkozy anunciou pela primeira vez seu retorno político em setembro, as pesquisas indicaram seu favoritismo entre os partidários da UMP

O retorno de Sarkozy
Entretanto, depois de diversas reuniões em prefeituras no país inteiro, a campanha de Sarkozy não evoluiu tão bem como o esperado (Reprodução/Internet)

Há dez anos um político francês jovem e dinâmico concorreu à liderança da União para um Movimento Popular (UMP), um partido de centro-direita, e foi eleito com 85% dos votos. Em 29 de novembro o partido elegerá um novo líder e o mesmo político, o ex-presidente Nicolas Sarkozy, está mais uma vez concorrendo ao cargo. Apesar de um contexto político-partidário que o favorece muito, a disputa não está sendo tão fácil como ele imaginara.

Quando Sarkozy anunciou pela primeira vez seu retorno político em setembro, as pesquisas indicaram seu favoritismo entre os partidários da UMP. Nenhum dos dois rivais, Bruno Le Maire e Hervé Mariton, ambos ex-ministros, conquistaram a simpatia do público. A UMP precisa de uma figura carismática e forte para unir o partido após a renúncia do antigo líder, Jean-François Copé, em meio a irregularidades de financiamento do partido. Além disso, Sarkozy tem um apelo de celebridade.

Entretanto, depois de diversas reuniões em prefeituras no país inteiro, a campanha de Sarkozy não evoluiu tão bem como o esperado. Em outubro sua popularidade entre os partidários da UMP caiu para 71%, 13 pontos em relação ao mês anterior, segundo o instituto de pesquisa BVA.

Fontes:
The Economist-Sarko Redux

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *