Início » Internacional » Obama cancela reunião com presidente filipino após insultos
ENCONTRO DESMARCADO

Obama cancela reunião com presidente filipino após insultos

Rodrigo Duterte chamou Obama de "filho da p..." nesta segunda durante uma coletiva de imprensa

Obama cancela reunião com presidente filipino após insultos
Os EUA estão preocupados com a forma como o novo governo filipino vem lidando com o problema das drogas (Fonte: Reprodução/Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Casa Branca desmarcou um encontro entre o presidente dos EUA e o presidente das Filipinas que aconteceria nesta terça-feira, 6, em Laos, após Rodrigo Duterte ter xingado Barack Obama em uma declaração à imprensa nesta segunda-feira, 5.

Em comunicado divulgado nesta terça na capital do Laos, Duterte lamentou “que [os comentários] tenham sido entendidos como um ataque pessoal contra o presidente dos EUA”.

O presidente filipino chamou Obama de “filho da p…” em resposta a uma pergunta de um repórter durante uma coletiva de imprensa nesta segunda. Ao ser questionado sobre como reagiria caso Obama o perguntasse sobre a situação dos direitos humanos durante o encontro de ambos, Duterte disse que o presidente norte-americano deveria respeitá-lo: “Você deve ser respeitoso. Não deve fazer perguntas ou declarações. Filho da p…, vou xingá-lo no fórum […] Vamos chafurdar na lama como porcos se fizer isso comigo.

A guerra contra as drogas desencadeada pelo governo de Rodrigo Duterte já resultou na morte de 2,4 mil pessoas. O presidente filipino, que assumiu o governo em maio, prometeu matar dezenas de milhares de criminosos com o objetivo de acabar com as drogas ilegais em seu país no prazo de seis meses.

O chefe de polícia das Filipinas também deu uma declaração polêmica recentemente, na qual incentivou os dependentes químicos a matar os traficantes de drogas e queimar suas casas.

Embora reconheça que as drogas representem um problema significativo para as Filipinas, os EUA estão preocupados com a forma como o novo governo filipino vem lidando com o assunto.

Fontes:
G1 - Presidente filipino demonstra arrependimento após xingar Obama

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Rogerio Faria disse:

    Os filipinos estão fuzilando um monte de traficantes gringos.
    É isso aí “paredon” para os traficas.

  2. LUIZ disse:

    OS EEUU NÃO TEM NADA QUE ENFIAR O BEDELHO EM OUTROS PAÍSES, DOU TOTALMENTE RAZÃO AO PRESIDENTE FILIPINO, PELO MENOS NÃO É HIPÓCRITA COMO TODOS OS DITOS DIREITOS HUMANOS, TEM SIM É QUE FUZILAR TODOS. COMO NINGUÉM MAIS RESPEITA NINGUÉM, ENTÃO TEMOS QUE AGIR DIFERENTE, METENDO MEDO NELES, QUEM TEM C… TEM MEDO.O PRESIDENTE FILIPINO ESTÁ NO CAMINHO CERTO. SE NÃO FIZER ISTO FICARÁ COMO O BRASIL, EEUU. E MUITOS PAÍSES DA EUROPA, UM MONTÃO DE DROGADOS PERAMBULANDO NO MEIO DA RUA, E A VIOLÊNCIA AUMENTANDO. COMO ACONTECE EM TODOS ESTE PAÍSES. QUE TAL FUZILAR ALGUNS DOS DIREITOS HUMANOS, ELES SÓ OLHAM PARA OS BANDIDOS. VAI FUNDO PRESIDENTE.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *