Início » Gráfico » Obama é o presidente que mais deportou imigrantes na história dos Estados Unidos
Imigração nos EUA

Obama é o presidente que mais deportou imigrantes na história dos Estados Unidos

Obama já expulsou quase 2 milhões de imigrantes, muito mais do que seus antecessores

Obama é o presidente que mais deportou imigrantes na história dos Estados Unidos
Obama preside a maior remoção em massa de imigrantes da história dos EUA (Reprodução/Getty)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Como candidato presidencial em 2008, Barack Obama prometeu promulgar a reforma da imigração em seu primeiro ano de mandato. Embora seu partido controlasse ambas as Casas do Legislativo, durante os dois anos seguintes, Obama mal tentou passar a reforma. Em vez disso, ele presidiu a maior deportação em massa da história americana.

Como mostra o gráfico da ‘Economist’, abaixo, Obama expulsou muito mais mexicanos e outros imigrantes ilegais do país do que seus antecessores, deportando quase 2 milhões até agora.

Atualmente, os gastos com a segurança das fronteiras americanas é maior do que a soma de todas as despesas dos EUA com medidas de segurança relacionadas a crimes federais. Na medida em que imigrantes costumam trazer juventude, energia e iniciativa a um país, a estratégia do governo Obama é uma maneira cara de tornar os EUA menos dinâmico. E os custos humanos são imensos. Famílias são dilaceradas, vidas arruinadas. No entanto, muitos republicanos ainda se recusam a apoiar a reforma da imigração porque não podem confiar em Obama para defender a fronteira.

Fontes:
The Economist - Obama and aliens

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Beraldo Dabés Filho disse:

    Esperar o que do Obanana, O Acougueiro de Guantânamo. É subordinado ao Pentágono…
    __________________________________________
    NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *