Início » Internacional » Obama minimiza divergências com Israel sobre acordo nuclear com o Irã
Acordo polêmico

Obama minimiza divergências com Israel sobre acordo nuclear com o Irã

Presidente americano chama de 'fato isolado' as críticas de Israel ao acordo firmado entre EUA e Irã para controlar o programa nuclear iraniano

Obama minimiza divergências com Israel sobre acordo nuclear com o Irã
Declarações de Obama visam minimizar o impacto do discurso que Netanyahu fará no Congresso americano (Reprodução/Internet)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, negou na última segunda-feira, 2, a existência de uma crise diplomática com Israel.

Em entrevista à Reuters, Obama disse que a crítica de Israel ao acordo firmado entre EUA e Irã para controlar o programa nuclear iraniano é um fato isolado “que não será permanentemente destrutivo”.

O acordo firmado entre EUA e Irã prevê o congelamento do programa nuclear iraniano por pelo menos 10 anos até que um acordo nuclear definitivo seja firmado. Obama defendeu o programa e disse que ele pode trazer mais benefícios do que qualquer ação militar dos EUA ou de Israel.

“Se, de fato, o Irã está disposto a concordar em manter seu programa onde está agora por mais de dez anos, e for capaz de reverter elementos que existem atualmente, e nós temos meios de verificar isso, não há outros passos capazes de nos dar uma garantia tão grande de que eles não têm uma arma nuclear”, disse o presidente americano.

As declarações de Obama visam minimizar o impacto do discurso que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fará nesta terça-feira, 3, no Congresso americano, a perdido de parlamentares do Partido Republicano americano.

Em seu discurso, Netanyahu pretende criticar a iniciativa do governo Obama, que segundo ele, equivale a uma permissão dos EUA para que o Irã construa uma bomba atômica.

Fontes:
O Globo-Obama reconhece ‘divergência substancial’ com Netanyahu em relação ao Irã

2 Opiniões

  1. jayme endebo disse:

    O obama mentiu para os americanos quando disse que era cristão, na verdade sempre foi islamico e está fazendo tudo para o islamismo triunfar no mundo.
    Vai ter resistencia de Israel e dos judeus pois nestes dois não há ingenuidade e conhecem muito bem a forma deles atuarem, o tiro vai sair pela culatra. Israel está ganhando apoio dos árabes sunitas principalmente Arabia Saudita, Egito etc

  2. Regina Caldas disse:

    Obama tem uma personalidade muito controvertida.
    Mas acho admirável que o Netanyahu possa discutir seus pontos de vista, ainda que opostos aos de Obama, no Congresso norte americano.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *