Início » Internacional » Obama, Romney e Sandy
Eleições nos EUA

Obama, Romney e Sandy

A poucos dias das eleições presidenciais, furacão Sandy alterou o ritmo da campanha nos EUA

Obama, Romney e Sandy
Obama e Romney: agendas alteradas em função do furacão Sandy (Fonte: Reprodução/AP)

Os planos dos candidatos à presidência dos EUA precisaram ser alterados na reta final da campanha por causa da chegada do furacão Sandy, que já causou dezenas de mortes no Caribe e agora ameaça a costa leste norte-americana.

Leia também: EUA se preparam para chegada do furacão Sandy

Comícios do democrata Barack Obama e do republicano Mitt Romney no decisivo estado da Virgínia foram cancelados. O furacão pode até mesmo colocar em risco a participação no voto antecipado nos estados da costa leste.

No estado de Maryland, o voto antecipado já foi anulado. A votação presencial foi suspensa na Carolina do Norte, na Virgínia, na Pensilvânia e em New Hampshire, embora ainda seja possível votar pelo correio.

Ameaça deve ser levada ‘muito a sério’

A expectativa é de que o furacão Sandy atinja a costa leste dos EUA nesta segunda-feira, 30. O presidente Barack Obama já começou a alertar a população para o perigo iminente, e reservou esta terça-feira, 31, para acompanhar a progressão do furacão.

A poucos dias das eleições presidenciais, o furacão Sandy — cuja ameaça deve ser levada ‘muito a sério’, segundo Obama — alterou o ritmo da campanha nos EUA e pode também alterar o fluxo de eleitores em estados decisivos.

Meteorologistas acreditam que o furacão pode se transformar em uma “supertempestade”, o que representaria um grande desafio para as campanhas de Barack Obama e Mitt Romney.

Fontes:
Diário de Notícias - 'Sandy' rouba protagonismo a Obama e Romney
Veja - Furacão Sandy muda planos de candidatos nos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *