Início » Internacional » Obras do Museu do 11 de Setembro serão retomadas
11 anos depois

Obras do Museu do 11 de Setembro serão retomadas

Disputa sobre financiamento entre a fundação que controla o museu e a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey interrompeu a construção do projeto por quase um ano

Obras do Museu do 11 de Setembro serão retomadas
O prefeito de NY Michael Bloomberg não quis dar garantias de que o museu estará pronto até 2013 (Divulgação)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um acordo que abre caminho para a conclusão do Museu Nacional da Memória do 11 de Setembro, no Marco Zero, em Nova York, foi anunciado nesta segunda-feira, 10, véspera do 11º aniversário do pior ataque terrorista sofrido em solo norte-americano.

Leia também: E se o 11 de Setembro nunca tivesse acontecido?
Leia também: Relembre cinco teorias da conspiração do 11/9

A inauguração do museu estava prevista para este mês, mas as obras ficaram paralisadas por cerca de um ano devido à uma disputa sobre financiamento entre a fundação responsável pelo museu e a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey, proprietária do World Trade Center.

Três poderosas figuras políticas estavam envolvidas na disputa: os governadores de Nova York e Nova Jersey controlam a Autoridade Portuária, enquanto o prefeito de Nova York Michael Bloomberg é o presidente da fundação responsável pelo museu.

“Ao garantir que nenhuma verba pública adicional será usada para completar o memorial e o museu, o acordo de hoje estabelece uma salvaguarda importante e muito esperada para finalmente proteger os contribuintes de custos indevidos, e, ao mesmo tempo, colocar o projeto no caminho de uma conclusão”, disse o governador de Nova York Andrew Cuomo.

O prefeito Michael Bloomberg acrescentou que o acordo “garante que as obras recomeçarão muito em breve e não serão paralisadas novamente até a conclusão do museu”.

Questionado sobre se o museu estará concluído até 2013, Bloomberg preferiu não dar garantias: “Precisamos fazê-lo com segurança, e com um trabalho de qualidade para que ele dure por muito tempo”, disse o prefeito. “Se ele vai estar pronto até lá, eu não sei. A meu ver, a data não é tão importante como essas duas outras coisas”.

O museu subterrâneo abrigará artefatos simbólicos como partes da escadaria usada por funcionários das Torres Gêmeas para escapar dos ataques. Visitantes também poderão ver retratos das cerca de 3 mil vítimas e ouvir relatos gravados por familiares.

Veja aqui ao vivo a cerimônia em memória das vítimas do atentado.

 

Fontes:
NBC - Agreement Reached on 9/11 Museum

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *