Início » Internacional » Onda de frio causa transtornos em países da Europa
ABAIXO DE ZERO

Onda de frio causa transtornos em países da Europa

Duas pessoas morreram na França e nevasca causou engarrafamento e fechamento de escolas em Roma

Onda de frio causa transtornos em países da Europa
Roma já registrou temperaturas de 20 graus negativos (Foto: Twitter/Nina Romano)

Uma intensa onda de frio que atinge alguns países da Europa desde o último final de semana tem causado transtornos no continente. Duas pessoas morreram na França devido às baixas temperaturas. Em Roma, na Itália, uma forte nevasca e o acúmulo de vários centímetros de neve causaram o fechamento de escolas e a dificuldade de locomoção de veículos na cidade. Na noite de domingo, 25, para segunda-feira, 26, a Alemanha registrou a noite mais fria do inverno.

A onda de frio chamada de “Burian” já fez com que a temperatura alcançasse 20 graus abaixo de zero em algumas cidades italianas. Porém, apenas nesta segunda chegou à Roma, que não recebia uma nevasca tão forte desde 2012. Mesmo com os transtornos causados, romanos e turistas estão desfrutando do momento, visitando monumentos internacionalmente conhecidos, como o Coliseu.

Já na manhã desta segunda o comitê operacional da Defesa Civil realizou uma reunião para acompanhar a situação de Roma, com o frio podendo se estender por, pelo menos, 36 horas. Graças aos atrasos nas ferrovias, um intenso fluxo de veículos tem sido registrado em diferentes vias da cidade.

Apesar dos atrasos, os trens continuam funcionando, enquanto o número de ônibus foi reduzido devido à nevasca. Os bombeiros têm trabalhado na remoção de galhos e árvores que caíram e bloquearam estradas por causa da neve. Os aeroportos Fiumicino e Ciampino têm voos atrasados, mas sem cancelamentos.

França

Na França, um homem de 35 anos e outro de 62 anos foram encontrados mortos. No caso do idoso, o corpo foi achado na última sexta-feira, 23, na cabana onde vivia na floresta de Yvelines, ao oeste de Paris, devido ao intenso frio na região. Já o homem de 35 anos foi encontrado em Valence, no sudeste do país, depois de uma noite com temperaturas de três graus negativos.

O serviço de previsões meteorológicas Météo France manteve três departamentos no sudeste da França em alerta laranja (terceiro de quatro níveis). Na semana passada, o serviço já havia informado que a onda de frio intenso é um fenômeno “relativamente excepcional” para a época do ano.

Em apoio às pessoas em situação de rua, 50 políticos da região de Ile-de-France vão passar a noite da próxima quarta-feira, 28, na rua para denunciar essa “situação desumana”, na qual quase 3 mil pessoas, apenas em Paris, vivem, de acordo com a Câmara Municipal. Mais de 3,1 mil vagas em abrigos temporários foram abertas por causa do frio.

A última vez que uma onda de frio similar atingiu a França foi em 2005, também entre o final de fevereiro e o início de março, com os termômetros chegando a marcar 15 graus negativos.

Alemanha

Na montanha mais alta do país, a Zugspitze, a temperatura mais baixa chegou a -27° C. A onda de frio deve durar até o próximo final da semana. As temperaturas negativas devem atingir principalmente os estados de Turíngia, Saxônia, Baviera e Baden-Württemberg.

Fontes:
Agência Brasil - Nevasca intensa atinge Roma, causa transtornos no trânsito e fecha colégios
Agência Brasil - Onda de frio na França já deixou dois mortos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *