Início » Internacional » ONU alerta que 30 mil podem morrer no Mediterrâneo em 2015
Tragédia migratória

ONU alerta que 30 mil podem morrer no Mediterrâneo em 2015

O número de mortos no Mediterrâneo neste ano já chegou à marca de 1,7 mil pessoas

ONU alerta que 30 mil podem morrer no Mediterrâneo em 2015
Em 2014 foram registradas 3,4 mil mortes no Mediterrâneo (Reprodução/Internet)

A Organização Internacional para as Migrações (OIM), agência da ONU, alertou o mundo sobre o risco de o número de mortos nas tentativas de travessia clandestina do Mar Mediterrâneo para entrar na Europa passar de 30 mil em 2015.

O número de mortes registradas até agora já é mais de dez vezes o que ocorreu no mesmo período de 2014. “Se essa tendência continuar, ao final do ano teremos 30 mil vítimas”, disse o porta-voz da OIM, Joel Millman.

O número de mortos no Mediterrâneo em 2015 já chegou à marca de 1,7 mil pessoas. Em todo o ano de 2014 foram registradas 3,4 mil mortes. Hoje, uma pessoa a cada 18 que tenta cruzar o Mediterrâneo da África rumo à Europa não sobrevive à viagem.

No último fim de semana um barco que tentava fazer a travessia afundou matando mais de 800 pessoas, na pior tragédia do tipo já registrada. Apenas 28 pessoas sobreviveram. A ONU criticou as medidas anunciadas pela Europa para conter a imigração ilegal via Mediterrâneo, dizendo que é preciso abrir mais vagas para refugiados e que o foco não pode ser apenas no combate aos traficantes de pessoas.

Fontes:
Estadão-ONU questiona plano da Europa para frear o fluxo de imigração

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *