Início » Internacional » ONU convoca reunião de emergência para discutir ataque na Síria
Ataque químico

ONU convoca reunião de emergência para discutir ataque na Síria

Oposição já fala em 1.300 mortos, a maioria mulheres e crianças. Se confirmado o número de vítimas, esse será o maior ataque de armas químicas desde 1988

ONU convoca reunião de emergência para discutir ataque na Síria
Imagens de dezenas de corpos de crianças mortas pelo ataque chocaram o mundo (Reprodução/AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Conselho de Segurança da ONU convocou uma reunião de emergência para esta quarta-feira, 21, para investigar a denúncia de um ataque das forças de Bashar al-Assad envolvendo o uso de armas químicas nos arredores de Damasco.

Leia também: Ativistas denunciam uso de armas químicas na Síria

A oposição já fala em 1.300 mortos, a maioria mulheres e crianças. Se confirmado o número de vítimas, esse será o maior ataque com armas químicas desde 1988, quando Saddam Hussein matou milhares de curdos na cidade de Halabja. A mídia ainda diverge sobre o número de mortos. Nesta quarta-feira, imagens de dezenas de corpos de crianças mortas pelo ataque postadas na internet chocaram o mundo.

Grã-Bretanha e França pediram a presença de inspetores das Nações Unidas no local do ataque. Os Estados Unidos exigiram que as investigações sejam feitas sem nenhuma intervenção do governo de Assad. “Pedimos às Nações Unidas que solicite ao governo sírio o acesso imediato de sua equipe de investigadores”, disse um comunicado da Casa Branca.

A Rússia, aliada de Assad, desconfia que opositores do governo tenham aproveitado a presença de peritos da ONU em Damasco para orquestrar o ataque e pediu uma investigação imparcial e profissional. “Tudo isto não pode deixar de sugerir que, mais uma vez, estamos lidando com uma provocação pré-planejada. Esta opinião é corroborada pelo fato de que o crime foi cometido perto de Damasco, no momento em que uma missão de peritos da ONU tinha iniciado com êxito o seu trabalho de investigar alegações do possível uso de armas químicas no país”, disse o Ministério das Relações Exteriores russo, Alexander Lukashevich.

 

 

Fontes:
O Globo- ONU convoca reunião de emergência após denúncia de ataque de armas químicas na Síria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. sidnei rodrigues costa disse:

    bom.o certo ceria pena de morte .para os assasinos,ou julgamentos dos culpados em uma corte mundial ……………………………

  2. Luiz Franco disse:

    A situação na Síria lembra uma revolta no presídio. Bashar El Assad não tem nada a perder, sabe que será justiçado em praça pública. Por isso apela para o terrorismo de estado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *