Início » Internacional » ONU vai parar de contar os mortos no conflito da Síria
Guerra da Síria

ONU vai parar de contar os mortos no conflito da Síria

Segundo órgão, a medida foi tomada diante da dificuldade de atualizar o número de mortos

ONU vai parar de contar os mortos no conflito da Síria
Última atualização feita pela ONU mostrou que mais de 100 mil morreram desde o início do conflito (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU declarou nesta terça-feira, 7, que vai parar de contar o número de mortos no conflito da Síria. Segundo o órgão, a medida foi tomada diante da dificuldade de atualizar o número de mortos.

A última atualização feita pela ONU, em julho do ano passado, mostrou que mais de 100 mil pessoas haviam morrido desde o início do conflito, em 2011. Desde 2012, o trabalho da ONU na Síria vem sendo dificultado tanto pelo regime de Bashar Assad quanto pelos rebeldes. No ano passado, missões do órgão foram obrigadas a deixar o país por conta da falta de segurança e de ataques de ambos os lados do conflito.

O porta-voz da ONU, Rupert Colville, disse que a dificuldade de acesso a Síria impede que o número de mortos seja contabilizado com precisão. Segundo ele, a incapacidade de consultar outras fontes como ativistas e membros do governo agravou ainda mais a situação.

Rupert afirma que o número de mortos contabilizado pelo órgão é feito através de um “esforço exaustivo” para verificar uma combinação de seis tabelas diferentes, fornecidas por várias fontes que, segundo ele, não foram atualizadas nos últimos meses.

Com uma população de 22,4 milhões de habitantes, a Síria está em guerra civil desde 2011. Com a saída da ONU, o grupo de ativistas Observatório Sírio de Direitos Humanos, que tem sede em Londres, se torna o único órgão a contabilizar o número de mortos no conflito. Segundo a última atualização do grupo, feita na semana passada, o número de mortos já ultrapassa 130 mil.

Fontes:
Folha-ONU decide parar de contar número de mortos em conflito na Síria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *