Início » Internacional » Os benefícios da reunificação das Coreias
ÁSIA

Os benefícios da reunificação das Coreias

Pyongyang comemora neste sábado o 70º aniversário da fundação do partido governista

Os benefícios da reunificação das Coreias
O presidente da Coreia do Sul introduziu a ideia de unificação como uma “bonança” (Foto: Wikipedia)

A capital norte-coreana Pyongyang está passando por preparações para um enorme desfile militar neste sábado, 10 de outubro, que vai marcar o 70º aniversário da fundação do partido dos trabalhadores na Coreia do Norte, liderado pela ditadura da família Kim.

Depois de 70 anos da divisão da península, o presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, introduziu a ideia de unificação como uma “bonança”. Para o Norte, cuja economia minúscula é quase 40 vezes menor que a do Sul e está apenas começando a mostrar sinais de reforma, certamente seria o caso.

Mas quais seriam as vantagens para a Coreia do Sul? Os custos da união serão imensos – por estimativas conservadoras, cerca de US$1 trilhão, ou três quartos da renda per capita. O sistema de segurança social seria obrigado a prover para 25 milhões de Nortistas, muitos deles brutalizados e mal nutridos, e incluindo dezenas de milhares de prisioneiros.

Por outro lado, o Sul se fundiria a uma população mais jovem e gera quase o dobro de bebês. Isto seria um estrondo demográfico, levando-se em conta que a população com idade para trabalhar da Coreia do Norte começa a diminuir em 2017. Dissolver o exército do Norte, o quarto maio do mundo, liberaria trabalhadores. No total, cerca de 17 milhões de trabalhadores se juntariam aos 16 milhões do Sul.

Fontes:
The Economist - Korea opportunities

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Regina Caldas disse:

    enquanto o Economist publica este artigo, o presidente norte-coreano informa que estão prontos para a guerra…..

  2. Ludwig Von Drake disse:

    Essa ideia deu certo na Alemanha, o problema é arranjar outro brinquedo para o menino maluquinho.

  3. Matheus Signori disse:

    Isso nunca vai acontecer, por um motivo: A Coreia do Norte é uma ditadura onde o presidente Kim Jong-un comanda o país a mão de ferro. Com a unificação a Coreia do Norte passaria ser uma democracia como é a Coreia do Sul. Sabendo disso se ele se candidata-se a presidente não receberia nenhum voto do eleitorado da ex-Coreia do Norte, pois o povo passa fome enquanto o governo norte-coreano gasta milhões na indústria bélica.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *