Início » Economia » Os emergentes já emergiram?
Globalização

Os emergentes já emergiram?

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Sete anos depois de o Goldman Sachs inventar a sigla BRIC — Brasil, Rússia, Índia e China –, o desempenho dos mercados financeiros emergentes está hoje acima das melhores expectativas do banco.

Em 2001, a previsão do Goldman Sachs era de que até o final desta década as economias do BRIC seriam responsáveis por 10% do PIB mundial em termos de paridade do poder de compra. Em 2007, a proporção já foi de 14%.

O Goldman Sachs acredita que o PIB da China irá ultrapassar o dos EUA antes de 2030. A maioria dos economistas acredita que esta tendência ascendente não sofrerá maiores contrariedades com o atual desaquecimento da economia global.

Mas os mercados emergentes não estão produzindo apenas crescimento econômico, mas também empresas que estão começando a alcançar e ultrapassar as melhores multinacionais do mundo desenvolvido. A Economist cita o caso da brasileira Embraer.

Economist

Fontes:
Economist - The new champions

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Lara Sossai disse:

    É uma verdade que temos acompanhado há alguns anos. O bom e saber que não há somente crescimento econômico, mas sim desenvolvimento econômico, isso q faze a diferença entre o q realmente é ser desenvolvido. Parece que a Russia agora esta "embrenhando-se" por esse caminho, a OVELHA NEGRA do G-12 começa a dar os passos certos e a Índia deslanchou de vez. Só o q ainda é necessario é a China agir sustentavelmente e o Brasil melhorar sua politica desenvolvimentista.

  2. Gilberto Ramos disse:

    É bom lembrar que a Embraer estava praticamente paralisada quando o Cel, Osiris Silva foi indicado para presidi-la e recomendou sua privatização, com ou sem desnacionalização. Dizia ele: não me importa da nacionalidade do capital, mas a geração dos empregos aqui mesmo. Pelo visto ele estava certo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *