Início » Internacional » Os esforços crescentes para diminuir a caça ilegal de rinocerontes
proteção dos animais

Os esforços crescentes para diminuir a caça ilegal de rinocerontes

Empresa sul-africana injeta mistura secreta de toxinas em chifres de rinocerontes para combater a caça ilegal do animal

Os esforços crescentes para diminuir a caça ilegal de rinocerontes
No ano passado, 1.215 rinocerontes foram mortos na África do Sul (Foto: Wikipedia)

A caça ilegal de rinocerontes, com requintes de crueldade, tem sido difícil de combater. Com o objetivo de não atrair a atenção com o barulho de tiros, muitos caçadores usam um dardo com substâncias químicas tranquilizantes para imobilizar o rinoceronte. Em seguida, cortam um pedaço de seu rosto para arrancar o chifre. Em geral, o animal morre de hemorragia ou de asfixia em algumas horas. Mas é um trabalho lucrativo; a demanda crescente de chifres de rinocerontes na China e no Vietnã aumentou o preço para mais de US$ 65 mil por quilo em alguns mercados.

No ano passado, 1.215 rinocerontes foram  mortos na África do Sul, um número alarmante, em comparação com apenas 13 animais em 2007. Na opinião de alguns ativistas de proteção de animais a redução da demanda seria a melhor maneira de reverter essa situação. Em 2012, a WildAid de São Francisco iniciou uma série de campanhas para convencer os chineses e os vietnamitas que o consumo de chifre de rinoceronte em pó era uma forma cruel e ineficaz para o alívio de ressacas, febres, curas de doenças, ou como afrodisíaco. Em uma pesquisa realizada em Hanói e na cidade de Ho Chi Minh em 2013, 37,5% dos entrevistados disseram que o chifre de rinoceronte era útil no tratamento de câncer.

Mas como a caça ilegal de rinocerontes não está diminuindo, é preciso fazer campanhas mais agressivas para combatê-la. A Rhino Rescue Project (RRP), uma empresa sul-africana, elaborou uma estratégia astuciosa. Por cerca de US$ 600 por animal, a RRP faz dois buracos no chifre de um rinoceronte anestesiado e injeta uma mistura secreta de toxinas em suas fibras. De acordo com Lorinda Hern, cofundadora da RRP, o consumo do chifre em pó desse animal provoca dores de cabeça, náusea, vômitos, diarreia, ou, depois de um consumo excessivo, espasmos permanentes devido a danos nos nervos. Sinais que indicam os perigos do consumo de chifres ilegais.

A RRP já injetou essa substância tóxica em mais de 300 rinocerontes na África do Sul desde 2010. O chifre dorinoceronte é composto exclusivamente por queratina, um tipo de material morto e, portanto, segundo a empresa o tratamento aplicado não causa nenhum risco ao animal.

Uma reserva privada perto da cidade de Phalaborwa na região norte da África do Sul contratou os serviços da RRP para inocular a substância tóxica em cerca de 30 rinocerontes. “Estamos tentando todas as formas possíveis para combater a caça ilegal”, disse um dos donos. Os moradores locais foram convidados a assistir ao tratamento da RRP, com a finalidade de disseminar a notícia dospossíveis efeitos. Com essa medida, a caça ilegal diminuiu de aproximadamente duas por mês para apenas quatro em dois anos.

Fontes:
The Economist-Arsenic and lost face

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *