Início » Vida » Comportamento » Os melhores e piores países para ser mãe
Pesquisa

Os melhores e piores países para ser mãe

Segundo a pesquisa divulgada pela ONG Save the Children, o Brasil está na 77° posição de 179

Os melhores e piores países para ser mãe
A pesquisa mostra onde mães e crianças que vivem em áreas urbanas enfrentam as menores e as maiores dificuldades (Foto: David Salafia/Flickr)

No próximo domingo, 10, é Dia das Mães, mas em alguns países, há mais para se comemorar do que em outros. Na média, é provável que uma em cada 30 mulheres morram por causas relacionadas com a gravidez, e sete entre dez percam um filho durante a vida.

Apesar das melhorias globais em relação à saúde maternal e do bebê, a desigualdade entre as mães e crianças mais ricas e mais pobres está aumentando, segundo  uma pesquisa anual divulgada pela ONG Save the Children.

A pesquisa mostra onde mães e crianças que vivem em áreas urbanas enfrentam as menores e as maiores dificuldades em relação à saúde maternal e da criança, ao bem-estar econômico e outros aspectos.

Os melhores países para as mães criarem seus filhos são Noruega, Finlândia

Gráfico mostra os dez melhores (à esquerda) e os dez piores países do ranking (Fonte: Save the Children)

Os dez melhores (esquerda) e os dez piores países do ranking (Fonte: Save the Children)

e Islândia. Os Estados Unidos caíram de posição. Enquanto no ano passado, eles estavam em 31° lugar, agora estão em 33°, de 179 países analisados. O Brasil está na 77ª posição.

A maioria dos países nas piores colocações nos rankings ficam na África subsaariana. A Somália, a República Democrática do Congo e a República Centro-Africana estão nas piores posições.

Devido à limitada disponibilidade de dados comparáveis, a pesquisa levou em consideração fatores que determinam o bem-estar da mulher e da criança. Os autores focaram em cinco aspectos: saúde maternal, bem-estar da criança, saúde econômica do país e a participação da mulher na política nacional para poder moldar políticas e debates. Eles também consideraram a média de anos de escolaridade formal para as crianças.

 

Fontes:
The Washington Post-Map: The best (and worst) countries to be a mother

1 Opinião

  1. HIPERIDES FERREIRA DE MELLO disse:

    Por conhecer bem a Finlandia, em especial a cidade de Kuopio, onde tenho 03 netos, concordo, plenamente, com o resultado da pesquisa que a indica como melhor país para ser mãe, a começar pelo enxoval que toda criança recebe do governo, de graça, antes de nascer e de acordo com o clima em que nascerá.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *