Início » Gráfico » Os melhores países do mundo para se nascer em 2013
Onde nascer em 2013

Os melhores países do mundo para se nascer em 2013

Revista "The Economist" faz lista baseada em pesquisas de satisfação de vida para saber quais são os melhores países do mundo para nascer em 2013

Os melhores países do mundo para se nascer em 2013
Suíça foi eleita o melhor país do mundo para nascer em 2013 (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Há um quarto de século, a publicação The Word in 1988 descontraidamente listava os 50 países onde seria melhor nascer. Na época os EUA ficaram em primeiro lugar. Agora a Economist Intelligente Unit calculou com mais seriedade onde seria melhor nascer em 2013. Este índice de qualidade de vida resulta de pesquisas subjetivas de satisfação de vida – quão felizes as pessoas são – e determinantes objetivos da qualidade de vida através de diferentes países.

Ser rico contribui mais do que qualquer outra coisa, mas isto não é tudo – coisas como taxas de criminalidade e a confiança em instituições públicas também importam. Ao todo, o índice leva 11 indicadores em conta. Alguns são imutáveis, tais como a geografia; outros podem mudar muito lentamente ao longo do tempo (demografia, características sociais e culturais).

Fontes:
The Economist-Birth right

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu como sou brasileiro, jamais deixaria o meu país mesmo para ganhar mais, pois não temos vulcão, tornado, e outras coisas da natureza e tem mais somos um país tropical e tem carnaval. O que é que quero mais? Acho que 6.52 para o Brasil só eles sabem porque colocaram nesta posição para mim seria 10

  2. Dr. Furtado de Mendonça disse:

    Nota 10 em qualidade de vida no Brasil? Só se for para os 5% (cinco por cento) da população brasileira concentradora de toda a riqueza nacional e 1% (um por cento) para os corruptos integrantes das camarilhas políticas e do quadro nacional de gestores públicos que trabalham para manter essa injustiça que afronta o princípio da dignidade da pessoa humana. Isto é pior do que as intempéries mais radicais da natureza. É cruel e desumano.

  3. Jose Fernandes disse:

    Sr. Áureo, leste a matéria ou somente a manchete?
    Entre os critérios estão: taxas de criminalidade e a confiança em instituições públicas. Tem certeza que daria nota 10? Te aconselho viajar e ler mais, um pouco de senso de realidade e das proporções o ajudará a clarear a mente.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *