Início » Internacional » Os ‘nanicos’ que podem atrapalhar Obama e Romney
Eleições nos EUA

Os ‘nanicos’ que podem atrapalhar Obama e Romney

Na Virgínia, por exemplo, é possível que um dos candidatos dos pequenos partidos incomode o republicano Mitt Romney

Os ‘nanicos’ que podem atrapalhar Obama e Romney
Obama e Romney: disputa acirrada (Fonte: Reprodução/FoxNews)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Embora saibam que não têm chances de serem eleitos, os candidatos “nanicos” vêm fazendo campanhas empolgadas e podem influenciar as eleições presidenciais norte-americanas.

Leia também: Quem é o melhor candidato?
Leia também: Presidenciáveis retomam campanha nos EUA

Em entrevista à BBC Brasil, Clive Wilcox, professor de ciência política da Universidade Georgetown, explica que na Virgínia, por exemplo, é possível que um dos candidatos dos pequenos partidos incomode o republicano Mitt Romney. Trata-se de Virgil Goode, do Partido da Constituição.

O objetivo do partido de Goode é justamente atrapalhar a campanha de Romney, por considerar que o Partido Republicano não é tão conservador quanto deveria ser.

O presidente Barack Obama também pode ser “atrapalhado” por um “nanico”. O candidato Gary Johnson, do Partido Libertário, que tem cerca de 5% das intenções de voto em âmbito nacional, atrai tanto eleitores conservadores quanto liberais.

A participação de Johnson na corrida presidencial dos EUA pode impactar os resultados em estados como Colorado, Nevada e New Hampshire, que assim como alguns outros estados norte-americano têm um histórico de vitória de um dos dois principais partidos.

Disputa acirrada

Rocky Anderson, do Partido da Justiça, é outro candidato que defende que os norte-americanos merecem uma opção melhor do que a oferecida pelos democratas e republicanos.

A influência dos candidatos “nanicos” nas eleições norte-americanas, no entanto, vem caindo desde 1992, quando o candidato independente Ross Perot obteve 19% dos votos em âmbito nacional, fazendo com que o republicano George W. Bush perdesse a eleição para o democrata Bill Clinton.

O fato é que em uma eleição tão acirrada quanto a atual — segundo pesquisas de opinião, Obama e Romney estão tecnicamente empatados –, algumas centenas de votos podem fazer a diferença.

Fontes:
BBC Brasil - Mesmo sem chance de vitória, 'nanicos' podem influenciar eleição nos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *