Início » Internacional » Pais rejeitam vacinas e põem saúde dos filhos em perigo
Sarampo

Pais rejeitam vacinas e põem saúde dos filhos em perigo

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Doze crianças ficaram doentes em um surto incomum de sarampo no mês passado em San Diego, na Califórnia. Nove delas não foram vacinadas contra o vírus porque seus pais não permitiram.

Os pais que não deixaram seus filhos serem vacinados estão entre um pequeno — mas crescente — número de céticos que questionam as vacinas na Califórnia e em outros estados norte-americanos. Eles se aproveitam de isenções de leis que exigem que as crianças sejam vacinadas na idade escolar.

Estas isenções vêm aumentando desde o início dos anos 1990. Mas, de acordo com especialistas, as crianças não vacinadas são desnecessariamente expostas a doenças graves, além de representarem um perigo para as crianças vacinadas — a vacina do sarampo, por exemplo, é apenas 95% eficaz — e para as que são muito jovens para receberem certas vacinas.

Fontes:
NY Times - Public Health Risk Seen as Parents Reject Vaccines

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. rcl disse:

    Diante da doença a reação é diversa: forma de contagio, cepa, disseminação da doença.Uns, qualquer coisa pra não contrair a doenças; outros, ponderam; muitos, deliram. Semelhantemente com a influenza humana, aftosa e aviária. Coisas peste.

  2. Dorival Silva disse:

    Esses pais são criminosos — deviam ser processados!

  3. VITOR FARIA disse:

    Infelizmente,a desconfiança de setores mais conservadores com políticas estatais nos Estados Unidos, atinge as raias da estupidez, como a recusa em vacinar os filhos e de matricula-los em escolas,optando pela educação em casa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *