Início » Internacional » Papa: ‘Deus não tem medo de coisas novas’
Gays na Igreja

Papa: ‘Deus não tem medo de coisas novas’

Francisco encerra encontro de bispos com discurso que lamenta a posição de conservadores sobre gays e divórcio

Papa: ‘Deus não tem medo de coisas novas’
Papa discursou na Praça de São Pedro neste domingo, 19 (Reprodução/Unisinos)

O papa Francisco fez um discurso neste domingo, 19, para marcar o encerramento de uma assembleia de bispos católicos que revelou profundas divisões sobre como a Igreja deve encarar a homossexualidade e o divórcio.  O papa afirmou que a Igreja não deve ter medo de mudanças e novos desafios.

“Deus não tem medo de coisas novas. É por isso que ele está continuamente nos surpreendendo, abrindo nossos corações e nos guiando de forma inesperada”, disse o papa.

A reunião dos bispos, conhecida como sínodo, durou duas semanas e terminou na noite de sábado com um documento final que reverteu uma aceitação histórica de gays pela Igreja anunciada apenas uma semana antes — um resultado que alguns progressistas veem como um revés para Francisco. O papa argentino defende uma Igreja mais tolerante e menos rígida.

Os bispos conservadores que conseguiram reverter a decisão alegam que um posicionamento mais liberal da Igreja sobre gays, divórcio e união estável criaria confusão entre fiéis e ameaçaria prejudicar a família tradicional.

Fontes:
Huffington Post - Pope: 'God is not afraid of new things'

4 Opiniões

  1. Gabriel disse:

    Tudo já existe e Deus vai liberando aos poucos. Essa frase “Deus não tem medo de coisas novas” não era nem pra ser dita e deveria ser dita assim: O ser humano teme coisas novas.

  2. vanderlei dias disse:

    A confusão já começou, muitos conservadores da família não entende mais o que a igreja quer apoiar, a família continua sendo composta por homem e mulher, como foi no começo, Adão e Eva, o senhor Franciso precisa rever os seus conceito, tanto familiar e teológico.

  3. Victor Ivens disse:

    Sr Roberto171, cheguei a desenvolver uma linha de raciocínio contra sua postura, entretanto o exemplo do sr. Francisco foi capaz de dissuadir, sou muito grato a ele por isso. Desejo ao senhor que viva sua vida de forma agradável, que termine a mesma sem arrependimentos e no processo faça o que achar o certo, com a vida, opinião e tudo mais. Abraços.

  4. Roberto1776 disse:

    Até parece que esse senhor mantém diálogos com o criador.
    Ele fala como se conhecesse o criador de longa data.
    Impressionante a desenvoltura do sr. Francisco.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *