Início » Internacional » Papa e Obama viajam ao Oriente Médio e adotam discursos pela paz
missão de paz

Papa e Obama viajam ao Oriente Médio e adotam discursos pela paz

Papa pede o fim do conflito 'inaceitável' entre judeus e palestinos, enquanto Obama se compromete a dar 'fim responsável' à guerra no Afeganistão no final deste ano

Papa e Obama viajam ao Oriente Médio e adotam discursos pela paz
Viajem de ambos os líderes tinha como objetivo pregar a paz (Reprodução/Getty)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Dois líderes ocidentais, o papa Francisco e o presidente dos EUA, Barack Obama, viajaram separadamente esta semana ao Oriente Médio em missões distintas de paz.

No último domingo, 25, durante uma visita de três dias que fez ao Oriente Médio, o papa pediu o fim do “inaceitável” conflito entre Israel e a Palestina. A visita do papa ocorre semanas após as negociações de paz entre os dois lados serem suspensas.

O pontífice convidou os presidentes Mahmoud Abbas, da Palestina, e Shimon Peres, de Israel, para que se juntem a ele no Vaticano e orem unidos pela paz.

“Durante décadas, o Oriente Médio sofre as trágicas consequências de um conflito prolongado que causou feridas difíceis de cicatrizar. A situação se tornou inaceitável”, disse o papa. Depois, Francisco rezou em silêncio diante do muro que Israel ergueu na Cisjordânia para separar o território judeu do palestino.

Também no último domingo, Obama fez uma viajem surpresa  ao Afeganistão para visitar soldados americanos que estão em missão no país. Foi a quarta visita dele ao Afeganistão.

Em um discurso feito a militares na base aérea de Bagram, o presidente americano foi intensamente aplaudido ao se comprometer a dar um “fim responsável” à guerra americana no país ainda este ano. Obama disse que planeja manter o mínimo de soldados possível no Afeganistão.

Atualmente há 33 mil tropas americanas no Afeganistão, número bem abaixo das 100 mil de 2011. A intenção de Obama é reduzir esse efetivo para menos de 5 mil tropas.

Fontes:
Reuters-Obama, in Afghanistan, hopeful on security pact
The Guardian-Pope Francis offers prayers at Israeli separation wall in Bethlehem

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *