Início » Internacional » Papa pede que líderes muçulmanos condenem o fundamentalismo
Segurança no vaticano

Papa pede que líderes muçulmanos condenem o fundamentalismo

O Vaticano também se encontra sob alerta máximo após o ataque terrorista em Paris

Papa pede que líderes muçulmanos condenem o fundamentalismo
Em várias ocasiões, o papa já havia criticado o Estado Islâmico (Reprodução/Internet)

O Papa Francisco falou nesta segunda-feira, 12, sobre os atentados da semana passada em Paris. Ele fez um apelo aos líderes muçulmanos para que condenem as interpretações fundamentalistas do Islã, usadas por extremistas para justificar a violência em nome de Deus.

“O fundamentalista religioso, mais que rejeitar os seres humanos, cometendo massacres horríveis, rejeita o próprio Deus, relegando-o ao papel de puro pretexto ideológico”, disse o chefe da Igreja Católica. Ele fez essa afirmação na reunião anual com os diplomatas no Vaticano, durante a qual ele se pronuncia tradicionalmente sobre o “estado do mundo”. Em várias ocasiões, o papa já havia criticado o Estado Islâmico que massacrou ou provocou a fuga dos muçulmanos xiitas e dos cristãos na Síria e no Iraque.

Vaticano em alerta máximo

O Vaticano também se encontra sob alerta máximo após o ataque terrorista em Paris. O chefe da unidade de polícia de operações especiais de Roma, Diego Parente, afirmou que Roma “revisou e potencializou todas as medidas de segurança”, mas explicou que as precauções já “tinham aumentado” antes dos incidentes.

Parente afirmou que as medidas foram tomadas de uma forma global. A segurança foi reforçada também no bairro do Gueto Romano e em redutos judeus, assim como em “embaixadas, monumentos, lugares de culto e redações de jornal e televisão”.

Fontes:
Estadão-Sem especificar possíveis ameaças, Vaticano fica em 'alerta máximo'
RFi Português-Papa Francisco pede que líderes muçulmanos condenem o fundamentalismo

1 Opinião

  1. Maria Leite disse:

    Tem que estar em alerta máximo mesmo, o ISIS estão cada vez piores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *