Início » Internacional » Para pressionar Grã-Bretanha, Argentina nomeia Secretário para as Malvinas
Disputa territorial

Para pressionar Grã-Bretanha, Argentina nomeia Secretário para as Malvinas

Governo argentino cria cargo de Secretário para Assuntos Relacionados às Malvinas e reacende o debate sobre território disputado

Para pressionar Grã-Bretanha, Argentina nomeia Secretário para as Malvinas
Novo secretário vai coordenar os esforços de reivindicação argentinos das Malvinas (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pela primeira vez, a Argentina nomeou um Secretário para Assuntos Relacionados às Malvinas, na tentativa de exercer pressão internacional e chamar a atenção para a disputa que mantém com a Grã-Bretanha sobre as Ilhas Malvinas.

O novo secretário argentino, Daniel Filmus, assumiu o cargo na segunda-feira, 6, em uma cerimônia em Buenos Aires e imediatamente declarou que é “inaceitável” que as Malvinas – conhecidas pelos ingleses como Falkland Islands—continue sendo ocupado por um “poder colonial”.

Filmus, de 58 anos, filho de uma professora de inglês de ascendência polonesa, foi encarregado de supervisionar a campanha diplomática da Argentina contra a Grã-Bretanha sobre o território disputado.

A Grã-Bretanha ocupou as Malvinas em 1833 e as mantém até hoje como um território ultramarino britânico. Há cerca de 3 mil habitantes no arquipélago, que se consideram britânicos e preferem manter as ilhas sob domínio inglês, como mostrou um referendo realizado no ano passado, no qual 98,9% dos “falklanders” votaram para manter os laços com o governo britânico.

A Argentina alega que adquiriu o território quando obteve sua independência da Espanha em 1816.

Fontes:
The Telegraph - Argentina appoints Malvinas Secretary to push Falkland Islands issue

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *