Início » Internacional » Parlamento afegão sofre ataque talibã
Talibã

Parlamento afegão sofre ataque talibã

Um segundo distrito também foi tomado pelo grupo islâmico no norte do país

Parlamento afegão sofre ataque talibã
A queda do segundo distrito levanta questões sobre a capacidade das forças de segurança afegãs treinadas pela Otan de lutarem contra o Talibã (Foto: Wikimedia)

Nesta segunda-feira, 22, um suicida talibã e vários homens armados atacaram o Parlamento afegão, enquanto um segundo distrito foi tomado pelo grupo islâmico no norte do país. Ao menos 19 civis ficaram feridos e sete criminosos foram mortos.

“O ataque acabou. Eram sete criminosos: um se matou ao explodir um carro perto do edifício do Parlamento e seis foram mortos pelas forças de segurança depois que entraram em um prédio próximo”, informou Najib Danish, porta-voz do ministério do Interior.

Autoridades de segurança afegãs disseram que todos os legisladores saíram a salvo do ataque, reivindicado pelos talibãs. “Lançamos um ataque ao Parlamento enquanto havia uma reunião importante para apresentar o ministro da Defesa do país”, disse por telefone o porta-voz talibã Zabihullah Mujahid. Funcionários do governo disseram que todos os membros do Parlamento saíram em segurança apenas com ferimentos leves.

O ataque ao Parlamento foi um constrangimento para o governo, aparentemente programado para coincidir com a aparição do ministro da Defesa em exercício, Masoom Stanekzai. O país está sem um ministro da Defesa confirmado por quase 10 meses, desde que o governo de coalizão do presidente Ashraf Ghani foi inaugurado em setembro passado. Stanekzai foi a terceira escolha para o cargo. Os outros candidatos foram rejeitados pelo Parlamento.

O segundo distrito tomado pelo Talibã fica no norte da província de Kunduz. A queda do segundo distrito levanta questões sobre a capacidade das forças de segurança afegãs treinadas pela Otan de lutarem contra o Talibã. Os insurgentes capturaram o distrito de Dasht-e-Archi um dia depois de centenas de militantes terem aberto caminho para o centro do distrito adjacente de Chardara.

De acordo com uma autoridade local, soldados afegãos se preparam para um contra-ataque para retomar ambos os distritos.

Fontes:
O Globo-Ataque a Parlamento no Afeganistão termina com sete atiradores mortos
The New York Times-Taliban Attack Afghan Parliament and Seize a 2nd District in North

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *