Início » Internacional » Pelo menos 93 mil pessoas já morreram na guerra civil da Síria
ONU

Pelo menos 93 mil pessoas já morreram na guerra civil da Síria

ONU admite, no entanto, que número real de vítimas fatais no país pode ser muito maior

Pelo menos 93 mil pessoas já morreram na guerra civil da Síria
Destruição na Síria (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira, 13, revelou que pelo menos 93 mil pessoas já morreram na Síria em consequência do conflito armado.

Leia também: Metade da população da Síria precisará de ajuda até o final do ano
Leia também: Testes indicam uso de gás sarin na Síria

Desse total, pelo menos 6,5 mil são crianças. A ONU fez um apelo por um “cessar-fogo imediato”. De acordo com Navi Pillay, Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, “os massacres incessantes continuam a níveis exorbitantemente elevados, com mais de 5 mil mortos documentados a cada mês desde julho”.

Navi Pillay ressalta, no entanto, que o número real de vítimas fatais na Síria pode ser muito maior.

Fontes:
Terra - ONU aponta que 93 mil mortes na guerra civil síria; 6,5 mil crianças

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Francisco Taborda disse:

    Interessante!

    Causa-nos espanto tanta desgraça na Síria. A guerra civil síria já dura algo como 2 anos.

    No Brasil, morrem perto de 45 mil pessoas em acidentes de trânsito a cada ano. Ou seja, vivemos uma verdadeira guerra civil no trânsito. Perdemos outras algo como 40 a 45 mil vidas assassinadas, a cada ano, no nosso querido Brasil. Uma outra guerra civil para não colocar defeito algum. Resumindo, as nossas duas principais guerras civis matam anualmente mais ou menos a mesma quantidade de sírios mortos em 2 anos de guerra civil. E não se fala muito a respeito. Isto sem contar que os Estados Unidos não chegaram a perder a vida de 45 mil soldados americanos nos 8 anos de Guerra do Vietnã.

    Não vai ser espalhando pardais caça níqueis por todos os quarteirões do pais e nem promulgando leis de desarmamento civil que vamos resolver isto. Precisamos de um pouco mais de criatividade e de uma genuina disposição de enfrentar os problemas reais do país. E parece que isto não é de hoje.

  2. Kalil Saliba disse:

    A ONU e seu comissáriado produz relatorios burocraticos sem efeitos praticos que não servir a midia. Não tomei conhecimento do conteudo do relatorio mas não foge do obvio que é distorcer os fatos verdadeiros, e não aponta os verdadeiros criminosos que são os paises ocidentais principalmente os americanos. Os fomentadores do odio e da discordia continuam fornecendo armas dinheiros para os diversos grupos que combatem o regime de Assad, sabendo que não vão chegar a nenhum efeito pratico para sua queda, com certeza isso não consta nos relatorios da ONU . Essa trama odiosa patrocinada pelas maiores potençias ocidentais e tem por objetivo enfraquecer a politica da região desestabilizando qualquer sucesso de união dos povos Arabes contra seus opressores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *