Início » Internacional » Pentágono abre todos os postos das Forças Armadas às mulheres
DECISÃO HISTÓRICA

Pentágono abre todos os postos das Forças Armadas às mulheres

A decisão inédita derruba uma regra de longa data que restringe a participação das mulheres em combate

Pentágono abre todos os postos das Forças Armadas às mulheres
A decisão vai abrir às mulheres cerca de 200 mil postos nas Forças Armadas (Foto: Wikipedia)

Em uma decisão histórica para as Forças Armadas americanas, o secretário de Defesa dos EUA, Ashton B. Carter anunciou que a partir do ano que vem, o Pentágono vai permitir que as mulheres façam parte de todos os postos militares do país.

“Não haverá exceções. Elas serão autorizadas a dirigir tanques, disparar morteiros e liderar soldados de infantarias em combate. Elas poderão servir no Exército, nas Forças Especiais do Exército, na Marinha, no Corpo de Fuzileiros Navais, na Força Aérea e todos os outros postos que antes estavam abertos apenas aos homens”, disse Carter em uma conferência de imprensa.

A decisão inédita derruba uma regra de longa data que restringe a participação das mulheres em combate, mesmo algumas tendo participado de combates no Afeganistão e no Iraque nos últimos 14 anos.

A decisão vai abrir às mulheres cerca de 200 mil postos nas Forças Armadas. Trata-se do maior plano de inclusão desde a integração de negros, em 1948, e a suspensão da medida que bania gays dos postos militares, em 2011.

Há três anos, os militares receberam do governo Obama um prazo para incorporar mulheres em todos os postos de combate até janeiro de 2016, ou pedir por exceções específicas. A Marinha e a Força Aérea já haviam aberto a maioria dos postos às mulheres, e o Exército vinha aumentando a participação feminina.

“Quando me tornei secretário de Defesa dos EUA, me comprometi a construir as Forças Armadas do país para o futuro. No século XXI, isso requer retirar forças do mais amplo conjunto possível de talentos. Isso inclui as mulheres”, disse Carter.

Muitas mulheres comemoraram a decisão. “Estou muito feliz. Agora, se uma garotinha disser que quer pilotar um tanque, ninguém vai poder dizer que ela não pode”, disse Katelyn van Dam, piloto de helicóptero do Corpo de Fuzileiros Navais.

Fontes:
The New York Times-All Combat Roles Now Open to Women, Defense Secretary Says

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Ainda há dificuldades a superar: os pilotos de caça, em missões longas, usam garrafas PET para certas necessidades.

  2. Adolf Painter disse:

    Lugar de mulher é em casa lavando roupa e cozinhando!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *