Início » Internacional » Pesquisadores encontram túnel de fuga do Holocausto
DESCOBERTA HISTÓRICA

Pesquisadores encontram túnel de fuga do Holocausto

O túnel foi escavado com as próprias mãos para que os prisioneiros pudessem escapar de suas prováveis execuções

Pesquisadores encontram túnel de fuga do Holocausto
Uma das covas na Lituânia onde várias pessoas foram mortas na época do Holocausto (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma equipe de pesquisadores de Israel, Estados Unidos, Canadá e Lituânia encontrou a localização de um túnel escavado com as próprias mãos por prisioneiros judeus para escapar do extermínio nazista na Lituânia cerca de 70 anos atrás.

Desde a Segunda Guerra Mundial, a localização exata do túnel foi perdida, apesar das várias tentativas para encontrá-lo. A equipe usou a técnica de tomografia por resistência elétrica, usada para a exploração de petróleo e na indústria de mineração.

A estrutura subterrânea, com 35 metros de comprimento, foi construída no Bosque Panerai, onde cerca de 100 mil pessoas foram mortas, sendo 70 mil judeus, entre 1941 e 1944.

Durante este período, dezenas de milhares de judeus da cidade de Vilnius, conhecida como Jerusalém da Lituânia, foram levados até Ponar, que é conhecida hoje como Paneriai, onde foram executados. Seus corpos foram jogados em uma cova e depois queimados. Apenas em Paneriai já foram encontrados 12 lugares onde existiam covas como estas.

Durante o dia, os prisioneiros eram obrigados a escavar covas coletivas, empilhar corpos e coletar madeira para a incineração. Como eles temiam serem executados no final do trabalho, eles resolveram escavar o túnel a partir da prisão onde passavam as noites.

O túnel foi construído ao longo de três meses por um grupo de prisioneiros. Na noite do dia 15 de abril de 1944, a fuga ocorreu. De acordo com a Autoridade Israelense de Antiguidades, 40 prisioneiros passaram pelo túnel. No entanto, muitos deles foram baleados por guardas que descobriram o plano. Apenas 15 conseguiram cruzar as cercas do campo e escaparam para as florestas geladas da Lituânia, mas só 11 prisioneiros alcançaram as forças russas e, graças ao túnel, conseguiram sobreviver à guerra.

 

Fontes:
The New York Times-Escape Tunnel, Dug by Hand, Is Found at Holocaust Massacre Site
O Globo-Descoberto túnel cavado com colheres por judeus na Segunda Guerra

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *