Início » Internacional » Piñera condena abusos da polícia pela 1ª vez
PROTESTOS NO CHILE

Piñera condena abusos da polícia pela 1ª vez

'Houve uso excessivo da força, foram cometidos abusos ou delitos', reconheceu presidente chileno

Piñera condena abusos da polícia pela 1ª vez
Pelo menos 22 pessoas morreram e milhares ficaram feridas desde o início dos protestos no Chile (Fonte: Reprodução/Twitter/Makarena Flores)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em pronunciamento à Nação neste domingo, 17, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, reconheceu pela primeira vez os abusos cometidos por policiais nos protestos que ocorrem no país há um mês.

“Houve uso excessivo da força, foram cometidos abusos ou delitos e não se respeitaram os direitos de todos”, reconheceu o presidente chileno.

As manifestações que se espalharam por todo o país já deixaram 22 mortos e milhares de feridos. Há acusações contra forças de segurança que vão desde tortura à violência sexual.

Em seu pronunciamento, Piñera também elogiou o acordo feito com o Congresso para convocar um plebiscito para redigir uma nova Constituição, que irá substituir a vigente desde o regime militar de Pinochet (1973-1990).

“Se a cidadania assim o decidir, avançaremos para uma nova Constituição, a primeira na democracia”, disse ainda o presidente chileno.

Fontes:
G1 - Presidente chileno condena violência policial pela 1ª vez

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *