Início » Internacional » Piratas da Somália estão de férias
Pirataria

Piratas da Somália estão de férias

Redução da pirataria no Golfo de Áden não significa que os criminosos desistiram de atacar navios

Piratas da Somália estão de férias
Ataques às embarcações estão em menor quantidade (Reprodução/Internet)

Há muitos agentes que querem levar o crédito pela redução acentuada da pirataria na costa da Somália. A fila ficou ainda mais longa após o International Maritime Bureau (IMB), um grupo de monitoramento baseado na Malásia, divulgou que o número de ataques havia caído em quase 66% desde o ano passado. No auge da crise em 2009, ataques contra navios aconteciam quase diariamente no Golfo de Áden, Oceano Índico ou Mar Vermelho; o terceiro trimestre deste ano  registrou apenas uma tentativa de sequestro. Nos primeiros nove meses de 2012, houve 70 ataques comparados a 1999 no período equivalente do ano passado.

Explicações comuns para a queda incluem o uso de guardas armados por parte dos proprietários de navios e a melhora da defesa das embarcações. Além disso, um verdadeiro exército internacional foi mobilizado na região do Chifre da África para reagir às ameaças.

Mas uma explicação alternativa (e mais preocupante) pode ser a de que as gangues de piratas somalianos suspenderam as atividades interinamente a fim de realizar algum tipo de estocagem durante um período de clima particularmente ruim. Na mesma semana em que foi divulgado o relatório do IMB, três embarcações foram resgatadas mediante o pagamento de resgate, inclusive uma embarcação com bandeira dos Emirados Árabes Unidos que estivera sequestrada havia dois anos. De acordo com essa teoria, os piratas estão zerando o seu estoque de reféns e navios sequestrados enquanto esperam que o clima mude e que a comunidade internacional se canse da atual dispendiosa campanha de policiamento. Por ora o negócio dos sequestros está pagando bem. O navio com bandeira grega “Free Goddess” custou a seus donos entre US$ 2,3 e US$ 5 milhões para ser libertado.

Ainda há 11 embarcações e 118 tripulantes sequestrados na Somália, de acordo com o IMB. Fontes do setor de segurança afirmam que o pessoal, dinheiro e embarcações dos piratas estão em boa forma. É muito cedo para declarar o fim do surto moderno de pirataria.

Fontes:
The Economist-Just taking a break

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. murilo marques filho disse:

    PIRATAS SÃO AS NAÇÕES EUROPEIAS QUE LUCRARAM COM A GUERRA CIVIL E A TRAGÉDIA DO POVO SOMÁLI, PIRATAS SÃO AS TRANSNACIONAIS DA PESCA INDUSTRIAL QUE ROUBAM DO POVO SOMÁLI O SEU ALIMENTO, PIRATAS SÃO AQUELES QUE SE APROVEITARAM DA AUSÊNCIA MOMENTÂNEA DE ESTADO PARA DESPEJAR LIXO TÓXICO E NUCLEAR EM SUAS PRAIAS; QUE SE LEVE A PIQUE TODO VESTÍGIO DE PIRATARIA; GUERRA ABERTA A TODOS OS PIRATAS DE TODAS AS BANDEIRAS, ESPANHOLA, PORTUGUESA. ESTADUNIDENSE, RUSSA E ETC; PIRATAS, PIRATAS, PIRATAS, CORSÁRIOS DOS MARES, DOS ARES – E ATÉ DA COMUNICAÇÃO – SÃO TODOS OS INIMIGOS DA LIBERDADE E DA DIGNIDADE HUMANA, PIRATAS SÃO TODOS AQUELES QUE USAM AS PALAVRAS “LIBERDADE” E “DEMOCRACIA” PARA DEFENDER O MONOPÓLIO E O ENRIQUECIMENTO PRÓPRIO, SÃO AQUELES QUE OUSAM CHAMAR DE “PIRATAS” OS HERÓIS DO POVO, DEFENSORES DA COSTA SOMÁLI, OS DEFENSORES DO ESTREITO; BANDIDOS, HERODIANOS, GENOCIDAS SÃO OS MANIPULADORES E ESTUPRADORES DE ECONOMIAS, OS CONSTRUTORES DE HIDRELÉTRICAS E OS GESTORES DO PLANALTO, BANDIDOS, HERODIANOS E GENOCIDAS SÃO OS ALGOZES DO POVO SOMALI, ESSES, SIM, OS PRATICANTES DA VERDADEIRA PIRATARIA, PIRATAS, PIRATAS, PIRATAS SÃO AQUELES QUE ATIRAM NA MULTIDÃO DO ALTO DOS HELICÓPTEROS, QUE LANÇAM MÍSSEIS CONTRA BARCOS PESQUEIROS, QUE SEQUESTRAM MINISTROS DE ESTADO E PRESIDENTES, QUE BOICOTAM CRIMINOSAMENTE A SOBREVIVÊNCIA DE UMA NAÇÃO; MORTE A TODOS PIRATAS, PELO FIM DE TODA ESPÉCIE DE PIRATARIA!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *