Início » Internacional » Polícia de Israel intervém na mesquita de Al-Aqsa
Fato raro

Polícia de Israel intervém na mesquita de Al-Aqsa

Objetivo era anular distúrbios causados por judeus ortodoxos

Polícia de Israel intervém na mesquita de Al-Aqsa
Palestinos teriam atirado pedras contra os policiais (Fonte: Reprodução/BBC)

Em uma rara incursão no terceiro mais importante lugar sagrado do islã, a polícia israelense entrou neste domingo, 26, na mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém, para dirimir distúrbios causados por judeus ortodoxos.

Os ortodoxos tentavam rezar no local no dia em que começou o Tisha B’Av, que no calendário judaico marca a destruição dos dois templos judaicos que existiam na esplanada das Mesquitas, onde fica Al-Aqsa. Dos antigos templos restou apenas o Muro das Lamentações.

Uma regra antiga, herdada do conflito israel-palestino de 1967, prevê que os judeus não podem rezar ali, ainda que possam visitar o local.

No Tisha B’Av, milhares de judeus se aglomeraram em frente ao Muro das Lamentações, mas alguns tentaram entrar para rezar nos locais abrangidos pela regra, causando tumultos com muçulmanos. Imagens divulgadas pela polícia de Israel mostram portas de madeira de Al-Aqsa quebradas durante a confusão.

Fontes:
Público - Polícia israelita entra na Mesquita Al-Aqsa em Jerusalém

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *